Pegar o cara

Desejo de vingança com morte.

2020.12.02 09:08 matias_dead Desejo de vingança com morte.

Tudo começou a 2 anos atrás, quando meu avô deu entrada no hospital com problemas no coração.
Ele ficou cerca de 3 meses em cima de uma cama encubado porquê não conseguia respirar e estava fazendo muita cirurgia, e infelizmente ele acabou morrendo por não aguentar a última cirurgia e isso acabou com minha família, simplesmente a minha avó.
Nesses 3 meses, minha MÃE e minha vó foram todos os dias visitar ele no hospital.
Os outros parentes que seria, tia e tios, foram no máximo uma vez vê ele em 3 meses lá no hospital.
Depois dele ter partido, minha avó ganhou a aposentadoria dele de 5mil e 213mil reais de seguro e nisso cresceu o olho de todo mundo da família, pessoas que não falavam com minha vó a 13 anos começou a falar depois da morte dele e se aproximou mais ainda pela quantidade de dinheiro que descobriram que ela tinha.
Minha "avó" nesses 2 anos sempre teve ajuda minha, do meu irmão e minha mãe para tudo, nunca negamos ajudar ela em nada. Só que mesmo assim ela jogava as coisas na nossa cara e continuávamos a ajudar.
Maioria dos parentes foram espertos o suficiente para arrancar dinheiro dela, "meu tio" pegou o cartão dela e fez um plano de 10mil no medico para ele sem pedir e ela não deu a mínima para isso.
Minha outra "tia" aproveitou e fez a cabeça dela para pegar 60mil para comprar um carro novo para ela, sendo que passou 2 meses depois o namorado dela comprou um carro zerado para ele...
Minha outra "tia" que mais suga dinheiro dela todo, como viu que todos aproveitou ela foi e pediu 20mil para fazer obra na casa dela, sendo que os 5 que mora com ela, todo mundo trabalha mas não ajudam em nada. O próprio filho dela tem moto e junta dinheiro para comprar carro e não quer ajudar em obra.
Falar da minha mãe agora, minha mãe ganhava 500$ dela por mês para ajudar nas compras, porquê minha mãe não trabalha, minha mãe arrumava a casa dela, fazia a comida dela e etc
E esses parentes dos infernos, sempre que vem aqui é para pedir mais dinheiro e nunca lavam se quer um copo para ela e vem criticar.
Eu parei de falar com ela no começo desse ano e estou até hoje sem falar com ela por bostejar umas merdas e ser ingrata demais comigo e com minha mãe que sempre ajudou, nesses 2 anos sempre ouvimos que nunca FIZESSEMOS nada para ela, mas ela nunca foi pedir os outros parentes para ajudar ela em casa ou algo do tipo, ela vê a gente como escravos de favores aqui em casa e eu vi isso e peguei ódio dela, ultimamente minha vontade é de matar ela enquanto estiver dormindo por tanta besteira que ela fala.
Vou resumir algumas das coisas que ela fala da própria dela.
"Seu pai morreu com desgosto de você"
"Mas que desgraça de mulher, só me dar problemas"
"Vagabunda, maconheira, piranha e etc.."
"Esse garoto é ninguém na vida."
"Coração de gente ruim"
"Maconheiro, tem cara de bandido mesmo, só serve pra isso"
Sendo que sou caseiro e fico 24h na frente do computador e ouvi isso...
Minha vontade é comprar algum tipo de pistola e acabar com essa família, minha tia mora embaixo e vive falando merda e sobra pra minha mãe, só queria que não fosse tão difícil para conseguir uma arma, é torturante tu ouvir tantas coisas e não sentir ódio. " FAMÍLIA " é realmente o ambiente mais tóxico que tem na vida de alguém, ela que reza muito para que eu entre no exército e conseguia algo lá dentro para acabar com ela.
submitted by matias_dead to desabafos [link] [comments]


2020.12.02 07:55 yamagishi_japa Mensagenzinha sobre diretriz e sugestão de vídeo de comida pra IRL <3

Salve guys, não sou mod do mit na live/reddit, nem seguidor antigo nem nada do tipo, mas me deu muita vontade de deixar ai uma mensagem de apoio/informativo ai pra galera que está mandando os conteúdos.
Primeiramente, Mit não desanima com esse tipo de coisa e bola pra frente cara, tua criação de conteúdo é incrível e tenho certeza que tu faz a madrugada de muita gente. Tenho te acompanhado nos últimos dias e tem me ajudado muito nos momentos da insônia e nos momentos baixos da madrugada. Adoro teus conteúdos e te admiro muito. Não sei se essa mensagem vai ser aprovada pela moderação mas te agradeço de coração!
Acredito que muita gente ficou de coração partido de ver o Mitão broxando com a situação ontem com a word proibida no vídeo do IRL. Entendam que a situação foi totalmente compreensível, pois as diretrizes da plataforma são de certa forma meio vagas na clausula que diz respeito a isso, onde não é especificado exatamente as situações em que as words proibidas são passíveis de ban.
Muita gente fala que ver um vídeo onde as words são faladas não dão em nada e não entram na clausula, mas no segmento que diz respeito a isso fala que "(...)qualquer conteúdo ou atividade que promove(...)" pode ser passível de punição. Não é exemplificado ou especificado cenários que o banimento/punição ocorre e os casos que ocorreram pela plataforma muitas vezes não tem um padrão definido.
Pra evitar situações como essa, deem uma lida nas diretrizes (https://www.twitch.tv/p/pt-blegal/community-guidelines/) antes de postar os conteúdos aí, que ai evitamos situações como essa e deixamos o Mit mais tranquilo de pegar os vídeos daqui pro IRL.
Deixado minha mensagem, mando ai também um canal pra sugestão de IRL, os vídeos são mt parecidos com o que tu viu da carne cara lá. Da pra pegar um dos vídeos mais curtinhos pra não tomar muito tempo do IRL (e é completamente safe pq normalmente não tem áudio de gente falando) - https://www.youtube.com/useTravelThirstyBlog
submitted by yamagishi_japa to GbrMit [link] [comments]


2020.12.01 23:34 ahdesistocara Lista de CopyPastas do r/futebol

Usem com moderação. Aberto a sugestões.

Originais do futebol

Aqui é futebol brasileiro, abraço
aqui é futebol brasileiro, abraço 
Obs: Seguindo a tradição do sub, essa pasta deve ser sempre downvotada.

E o cruzeiro, hein?
E o cruzeiro, hein? 

Sobre o excesso de posts sobre o Flamengo no sub
Sobre o excesso de posts sobre o Flamengo no sub Galera, pelo amor de Deus, vamos ter consciência do que vocês fazem ai, Flamengo foi campeão de duas competições seguidas? Beleza, tranquilo, merece discussão mesmo, mas tem muito conteúdo aqui que pode muito bem ir pro /Flamengo e ninguém aqui sentiria falta. Então, a partir de hoje, vou ter que começar a deletar alguns posts que teriam lugar melhor no próprio sub do clube, me desculpem. 

Outros

Fala, Zezé. Bom dia, cara.
Fala Zezé, bom dia, cara. Deixa eu te falar uma coisa. Eu estou pensando aqui, sei que está difícil para vocês aí arrumarem recursos, sei que está correndo atrás, mas estou falando por mim, não falei com ninguém tá, do time. Vê se você não consegue pelo menos pagar esses outros 60% antes do jogo de quinta-feira, que aí não precisa nem ter bicho, entendeu, para ganhar jogo. É uma motivação a mais para a gente cara, acertar o salário aí. Aí você não precisa arrumar uma premiação pra ganhar o jogo, porque a obrigação nossa é ganhar esse jogo. Tá louco! Se a gente não ganhar do CSA, pelo amor de Deus. Pô, faz esse esforço para a gente aí, até quinta-feira, tentar acertar esses 60% que estão atrasados do salário. 

Infelizmente acabou a competitividade
Infelizmente acabou a competitividade, não existe mais nenhum adversário a altura do Flamengo no Brasil e na América do Sul. Talvez, a exemplo da Austrália, que se mudou da Oceania para o futebol asiático em busca de maiores desafios, talvez esteja na hora do Flamengo ir para Europa e jogar o campeonato inglês ou se filiar a FIFA como uma seleção para disputar a copa do QATAR em 2022 

O Flamengo é isso aí mesmo
Eu sei que grande parte da torcida do Flamengo começou a torcer em 2019, então vou explicar pra vocês, o Flamengo é isso aí mesmo, sempre foi uma piada em todas as competições, já foi eliminado de forma vexatória várias vezes e perdeu final pro Santo André. Esse time é uma piada. 

Ficou acordado até tarde secando o mengão?
Ficou acordado até tarde secando o Mengão? Fiquei piranha, o Flamengo tomou no cu, se fodeu tomar no cu (vai tomar no cu) 🎵Tomar no cuuuu🎵 

Real Madrid das Américas/Acabou a brincadeira
Acabou a brincadeira na minha opinião, hein. Palmeiras não quer brincar mais com ninguém, acabou a brincadeira. Ganha tudo de novo. Vai ganhar tudo que disputar, vai ser campeão brasileiro outra vez. Trazendo o Borja, vai ter o melhor elenco do futebol brasileiro e pra mim, o melhor time do futebol brasileiro. Minha opinião. 

Apaga agora pelo amor de deus
apaga agora pelo amor de deus tá todo mundo pedindo pra apagar tem criança chorando aqui já tá todo mundo engatilhado por favor essa informação eh muito pesada traz traumas horríveis pra muita gente que fica com gatilho que passa mal desmaia apaga isso pelo amor de deus apaga isso por favor tem gente que realmente passa mal vendo isso apaga ta todo mundo pedindo pra apagar isso eh gatilha pra muita gente por favor apaga eh serio meu deus apaga isso as pessoas vão morrer tem gente sendo internada ja apaga pelo amor de deus to te pedindo apaga 

Tem noite que é dia
Tem noite que é dia 

Continuo sendo o culpado?
Continuo sendo o culpado??? 🤔 

Eu confio no meu grupo
Eu confio no meu grupo 

E O CARA JANTANDO
 PUTA QUE PARIU, O TIME NESSA SITUAÇÃO E O CARA JANTANDO 

O novo treinador do Flamengo é o Sr. Waldemar
O novo treinador do Flamengo é o Sr. Waldemar 

Lá vem o Abelão
HAHAHAHA 🤣😂😂🤣😂🤣 LÁ VEM O ABELÃO 🇦🇹🍷🇦🇹🍷🇦🇹🍷🇦🇹🍷🇦🇹 CHEIO DE PAIXÃO 😘🥰😍😘🥰😍😘🥰😍 TICATA TICATA TICATA 🎵🎶🎵🎶 EU QUERO QUE O ABEL 🍷🍷🍷🍷 ME AQUEÇA NESSE INVERNO ❄️❄️❄️❄️❄️❄️❄️ E QUE O COUDET VÁ PRO INFERNO 👺👿👺🔥🔥 

Acabou. Essa foi a gota d'água.
Acabou. Essa foi a gota d'água. Eu não sou mais torcedor do Flamengo. Eu tenho torcido desde 2019 e vou a todos os jogos desde 2019. Eu não vou mais acompanhar esse time e não vou renovar meu sócio torcedor. Vou começar a torcer pro São Paulo , aonde eles sabem jogar futebol. 

BOM DIA O CARALHO, HOJE É DIA DE GUERRA
ACORDEI NÉ E TALS, AÍ FUI NA COZINHA TOMAR UM CAFÉ E MINHA SOBRINHA VEIO CORRENDO ME ABRAÇAR PRA ME DAR BOM DIA, DEI LOGO UM CHUTÃO, JOGUEI NA PORTA, BOM DIA O CARALHO, HOJE É DIA DE GUERRA PORRA, DIA DE LIBERTADORES, MANÉ BOM DIA, PILHADÃO E A CRIANÇA VEM ME DA BOM DIA PIOR QUE TA TODO MUNDO ME OLHANDO DE CARA FEIA, FALANDO QUE SOU MALUCO KKKKKKKKKKKKK MALUCO ELES VÃO VER QUANDO O (JOGADOR 1) DER AQUELE LANÇAMENTO MAGESTRAL E O (JOGADOR 2) COMPLETAR PRO GOL, MANÉ BOM DIA 

BOM DIA O CARALHO, AQUI É A TORCIDA JOVEM DO FLAMENGO
Meu irmão, bom dia o caralho parceiro!! Isso aqui é o grupo da torcida jovem do Flamengo, entendeu?? Tu quer dar bom dia, tu cria um grupo de merda e fica dando bom dia, boa tarde, boa noite. Ou então tu cria um grupo pra tua família, aí tu fica dando bom dia. Aqui é psicopata, ladrão, bandido, cheirador, vendedor de droga, assaltante… aqui tem a porra toda meu irmão. Isso aqui é a torcida jovem do Flamengo. Bom dia é o caralho rapá!!! 

O Vasco é o novo pior time do mundo
O Vasco é o novo pior time do mundo, o árbitro apita o começo da partida e 1 segundo depois a gente leva gol. Os treinos devem ser piores que os treinos do Corinthians quando o Coelho comandou o time, não é possível que o Vasco fica de quatro pro Ceará PRO CEARÁ O CEARÁ É O REAL MADRID NOS OLHOS DO VASCO!!! Eu sei que era pra ter percebido isso há muuuuuuito tempo, mas é o fim do futebol carioca. Daqui à 5 anos, só vai restar o Flamengo. O Botafogo não existe mais, só é questão de tempo pro Fluminense sair do G6, eu nem preciso falar do Vasco, né? Desisto, o tetra rebaixamento vem aí. Esquece o jogo de quinta que nós vamos levar pirocada do Defesa e Justiça. Vou começar a torcer pro América Mineiro que é BEM melhor que torcer pro Vasco. O Ribamar fez gol enquanto eu estava digitando. Era melhor não ter perdido o pênalti, ou eu iria criar um livro inteiro falando mal deste time que acha que Série A é pelada de rua. Esquece, o Ceará fez outro gol. VAMOS, COELHÃO!!! 

IMPRESSIONANTE A CAPACIDADE QUE ESSE TIME TEM PRA SER HUMILHADO
IMPRESSIONANTE A CAPACIDADE QUE ESSE TIME TEM PARA SER HUMILHADO, E DESSA VEZ EU FALO SEGURAMENTE. DEIXEI ISSO NO COMENTÁRIO NA RÁDIO BANDEIRANTES, ISSO ESTÁ REGISTRADO NACIONALMENTE NA HISTÓRIA DO RÁDIO, O PALMEIRAS DEU O MAIOR VEXAME DE SUA HISTÓRIA, E NÃO VAI TER UM VEXAME PIOR DO QUE ESSE. SER REBAIXADO PRA SEGUNDA DIVISÃO DO PAULISTA NÃO VAI SER PIOR DO QUE SER HUMILHADO, EXECRADO, SER PISOTEADO, TER A HISTÓRIA CUSPIDA E ESCARRADA POR UM TIME DE VÁRZEA, O TAL DO ÁGUA SANTA É UM TIME DE V-Á-R-Z-E-A, LITERALMENTE DE V-A-R-Z-E-A, O ÁGUA SANTA NÃO EXISTIA NO CENÁRIO DO MUNDO ATÉ 2002, ERA UM TIME V-Á-R-Z-E-A-N-O, UM TIME QUE DISPUTADA DESAFIO AO GALO, COPA CYNAR, COPA KAISER, TROFÉU DO BAIRRO DO PCC, O PALMEIRAS PERDEU PRA UM TIME DE V-Á-R-Z-E-A, PERDEU NÃO, PERDER É DE 1X0, O PALMEIRAS FOI HUMILHADO, O PALMEIRAS TEVE A INSTITUIÇÃO SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS DENEGRIDA, O ESTATUTO DO PALMEIRAS, SEI LÁ, QUALQUER COISA QUE QUE A GENTE POSSA DIZER ASSIM, AQUELAS LEIS INTERNAS LÁ, TO TÃO PUTO QUE ATÉ ESQUECI O NOME, A CONSTITUIÇÃO DO CONSELHO DELIBERATIVO DO PALMEIRAS FOI RASGADA, O PALMEIRAS TEM QUE NASCER DE NOVO COM OUTRO NOME, ACABOU, ACABOU, AI VEM O CUCA COM ESSA HISTÓRIA DELE, ESSE IDIOTA, ESSE FILHA DA PUTA DESSE BRUXO COM ESSA HISTÓRIA DE AINN SANTO, PORQUE JESUS, JESUS NÃO AJUDA SE VOCÊ NÃO TREINA, SE SEU TIME É UMA MERDA NEM JESUS DÁ JEITO, JESUS TEM QUE SE PREOCUPAR COM OS PROBLEMAS DO MUNDO, JESUS TEM QUE SE PREOCUPAR COM A PAZ MUNDIAL, NÃO SE PREOCUPAR COM ESSA MERDA CHAMADA PALMEIRAS, ISSO NÃO TEM QUE SER PREOCUPAÇÃO DE NOSSA SENHORA DO BRASIL, DA QUAL O CUCA TAVA NO PEITO, ELE ACHA QUE A NOSSA SENHORA DA JEITO NO PALMEIRAS, ESSE CARA TA DE BRINCADEIRA, AI ELE FEZ O TIME ENTRAR ABRAÇADO “NÃO, SE VOCÊS ENTRAREM ABRAÇADOS HOJE A GENTE VAI MOSTRAR QUE TEM UNIÃO QUE O TIME JOGA BOLA” AAAHHHH VAI PRA PUTA QUE PARIU CUCA, VAI TE CATAR VOCÊ E ESSE TIME HORROROSO, VAI TE CATAR VOCÊ E O ROBINHO, O AROUCA, ESSE FILHA DA PUTA DESSE THIAGO SANTOS, ESSE ROGER CARVALHO ESSA VERGONHA, O CARA TAVA NA SEGUNDA DIVISÃO DA SÉRIE B, O TIME É O A PIOR DEFESA DO ANO EM 2015 E CONTRATA UM ZAGUEIRO DA SÉRIE B, VAI TOMAR NO CU, O EDU DRACENA, AHH O EDU DRACENA É O MENOS CULPADO, É UM COITADO, ELE É GENTE BOA E TÁ VELHO, NÃO PODE PEGAR UM TIME QUE NÃO TEM VOLANTE, O RESTO TEM QUE FUDER, ESSE ERIK, 13 MILHÕES NUM FILHA DA PUTA, NUM IDIOTA, ESSE MAGRELO BURRO, ESSE JOGADOR FOMINHA É UM IDIOTA, O CARA NÃO SABE QUE TEM OUTRO JOGADOR DO LADO DELE E NÃO TOCA A BOLA PRA NINGUÉM, 13 MILHÕES EM UM JOGADOR DO GOIAS! 13 MILHÕES NUM JOGADOR DO GOIAS! NEM O REAL MADRID PAGARIA 13 MILHÕES NO CRISTIANO RONALDO SE ELE ESTIVESSE NO GOIÁS. O QUE QUE É ISSO? ESSE ALEXANDRE MATTOS, ESSE FILHO DA PUTA DESSE ENGOMADO, COM AQUELA BIXA DAQUELE PRESIDENTE QUE TEM UM PORCO ROSA NA MESA, ESSES DOIS TEM QUE SE COMER, ELES TEM QUE SER INTERNADOS NUMA SURUBA ETERNA, TEM QUE FICAR UM COMENDO O OUTRO A VIDA INTEIRA PRA ACABAR, SAIR DO FUTEBOL, PELO AMOR DE DEUS PAULO NOBRE, VOCÊ DEU 200 MILHÕES PRO PALMEIRAS NA MÃO DO ALEXANDRE MATTOS PRA ROUBAREM VOCÊ, VOCÊ É MUITO BURRO, PAULO NOBRE, VOCÊ É A ESCÓRIA DA PRESIDÊNCIA DO PALMEIRAS, VOCÊ E O BELUZZO, VOCÊS SÃO TUDO FARINHA DO MESMO SACO, VOCÊS NÃO MONTARAM PLANEJAMENTO NÃO, VOCÊS NÃO SABEM NADA DE FUTEBOL, O PALMEIRAS ACABOU, O PALMEIRAS TEM QUE NASCER DE NOVO COM OUTRO NOME, ESSA É A SOLUÇÃO. OBRIGADO A TODOS E É O ÚLTIMO: VAI TOMAR NO CU PALMEIRAS. 

EU NÃO JOGO MAIS
Mas vocês não né? Ganham 500 pau por mês, estão cada dia com um carro. A torcida ganha quanto? 800 reais por mês. Vocês estão de brincadeira, vocês tinham que ter vindo a pé. Comendo aquele lanche que eu comia. Aqueles pão Seven Boys, como é aquela marca, é Pullman né… Pão de forma. Aquele queijo que está lá há uma semana, grudado. Parecia até gorgonzola. E o presunto, aquele presuntão, não Sadia. VOCÊS TÃO DE SACANAGEM! VOCÊS NÃO CORREM - para não falar outra coisa, para não tomar processo por causa de vocês - VOCÊS VÃO PERDER O CAMPEONATO PARA O PALMEIRAS! AÍ SABE QUEM VAI AGUENTAR!? EU QUE VOU AGUENTAR! Aí no meu condomínio os caras: 'Aí, chupa, Neto'. EU NÃO JOGO MAIS! NÃO SOU EU QUE JOGO! SEUS ZÉ-RUELA DESGRAÇADOS! Eu que tenho que aguentar chegar na Band, e o porteiro: 'E aí, como é que foi?' Como é que foi a sua mãe. SOU EU O CULPADO!? EU QUE PERDI O JOGO!? Ô CARILLE, PARA COM ESSA CONVERSA MOLE DE QUE VAI DAR! NÃO VAI DAR! O Palmeiras vai ser campeão, infelizmente. 

Meu avô fumou a vida inteira
Meu avô fumou a vida inteira. Eu tinha uns 10 anos quando minha mãe lhe disse, "Se você pensa em ver seus netos se formarem, você tem que parar imediatamente". Uma lágrima escorreu dos olhos dele quando entendeu exatamente o que estava em jogo. Ele parou na hora. Três anos depois ele faleceu de câncer de pulmão. Foi muito triste e me deixou completamente sem chão. Minha mãe me disse "Nunca fume. Por favor, não faça sua família sofrer do jeito que seu avô nos fez". Eu obedeci. Aos 28, eu nunca sequer encostei num cigarro. Mas devo dizer, eu sinto um leve arrependimento por nunca ter feito isso, por que esse jogo me deu câncer mesmo assim. 

Questão de Respeito
Sim, eu sei que esse post não faz sentido, afinal, zoeira é parte do futebol, mas acho que dessa vez é meio desnecessário. Tava vendo um post sobre o nome do mascote do Flamengo ser José Roberto Wright e eu notei um comentário perguntando se o Atlético seria o Botafogo de Minas. Até aí tudo bem, deu pra notar a zoeira no comentário, só que havia um comentário lá de um cara (cujo nome não vou revelar) falando que o Botafogo ao menos forneceu bons jogadores a seleção, algo que é verdade, mas pra mim começou a desandar quando ele desviou do assunto e falou que o Atlético ganhou a Libertadores de forma cagada enfrentando 3 times pipoqueiros. Para quem foi atleticano na época de 2013 sabe como foi sofrido e já ouvi casos de torcedores rivais até torcendo pelo Galo, mas é claro, a mente clubista do nosso amigo faz pensar que Atlético foi horrível na Libertadores só porque pegou o Olimpia na final, mas claro vamos ignorar o fato de que o Olimpia já passou por 7 vezes na final. Outra coisa que ele falou é que ele falou é que jogadores como Marcos Rocha, Jô e Bernard eram ídolos do Galo, e isso eu rebato com a minha opinião que é, Marcos Rocha não era um bom lateral, no máximo melhor que o Guga, todos sabiam que Jô era baladeiro por isso eu ao menos olhava ele com um olho torto e Bernard não era ruim, porém não era mil maravilhas. Ao menos pra mim parece que poucos de 2013 viraram ídolos, sendo eles Vitor, Ronaldinho e Léo Silva (na minha opinião), e outros que participaram mas tiveram brilho mais tarde, como Dátolo se eu não me engano. Não me levem a mal, não estou achando ruim que a gente foi comparado com o Botafogo, até acho boa essa comparação quando o assunto é título, mas a minha surpresa é como nesse sub as pessoas podem só menosprezar um time que não é ruim só por ódio ou algo do tipo. E antes que me perguntem, eu não achei que o jogo de 81 foi roubado e sim equivocado. Outra coisa é que eu não consegui dizer se esse comentário foi zoeiro ou não. Espero que tenham lido esse texto todo e que entendam a minha opinião. 

Diguinho
Puta que pariu como esse Diguinho joga bola, merece seleção já a muito tempo, desde os tempos de Botafogo. Um volante que joga futebol com uma facilidade incrível. Marca muito, apóia bem o ataque, chuta, dificilmente erra um passe, ninguém passa dele e além de tudo marca na bola. Muitos contra-ataques ele salva o Fluminense, tem uma malandragem e conseguir ver onde está o jogador que pode receber o passe e cercar, se o cara tocar ele estica o pé e recupera a bola, se o cara tentar driblar ele rouba. 

Clássicos

Coragem, Felipão!
Coragem, Felipão! O meio-campo da Alemanha não marca muito. Escala o Willian. Deixa os 3 volantes para depois. Joga sem medo. Como Brasil... 

Encontrei o Ronaldinho no Sambola?!
Tava ele e mais um amigo. Fiquei revoltado quando vi ele, pois o cara só quer saber de festa e o futebol até agora nada, foi quando eu falei: Cadê o futebol Ronaldinho? Você só quer saber de festa, não ta jogando merda nenhuma, vtnc... Ele olhou assustado e logo disse: Quem é você pra me mandar tnc cumpadi? Olha o respeito. Eu falei: Cadê aquele Ronaldinho que o povo tava acostumado a ver? Infelizmente acho que o futebol tá acabando pra você Ronaldinho, você não faz nem mais diferença, virou apenas um jogador normal. Ele olhou pra mim e logo vi que lágrimas desciam do rosto dele. Ele veio de encontro a mim e disse: Você acha isso mesmo de mim garoto? Eu disse, também com os olhos marejados: Não Ronaldinho, eu sei que você é o cara, vai lá quarta e acaba com eles. Se cuida viu? Ele chorando, me deu um abraço e disse: Pode deixar, quarta é meu dia. Vou dar alegria para a nação... Deu a entender que quarta ele vi acabar com o jogo. Vamos esperar pra ver... 

DIVULGADO O ESCÂNDALO QUE TODO MUNDO SUSPEITAVA
Talvez, isso explique a razão do jogador Leonardo ter declarado a seguinte frase: "Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo, ficariam enojadas". Todos os brasileiros ficaram chocados e tristes por terem perdido a Copa do Mundo de futebol, na França. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of America e o Gazzeta dello Sport e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos. Fato comprovado: O Brasil VENDEU a Copa do Mundo para a Fifa. Os jogadores titulares brasileiros foram avisados, às 13:00 do dia 12 de julho (dia do jogo final), em uma reunião envolvendo o Sr. Ricardo Teixeira (na única vez que o presidente da CBF compareceu a uma preleção da seleção), o técnico Mário Zagallo, o Sr. Américo Faria, supervisor da seleção, e o Sr. Ronald Rhovald, representante da patrocinadora Nike. Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel. A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o pentacampeonato mundial por sediar a Copa do Mundo. A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$70.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$ 400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de dólares) através da empresa Nike. Além disso, os jogadores que aceitarem o contrato com a empresa Nike nos próximos quatro anos terão as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como o próprio Ronaldo, Raul da Espanha, Batistuta da Argentina e Roberto Carlos, também do Brasil. Mesmo assim, Ronaldo se recusou a jogar, o que obrigou o técnico Zagallo a escalar o jogador Edmundo, dizendo que Ronaldo estava com problemas no joelho esquerdo (em primeira notícia divulgada às 13h30 no centro de imprensa) e, logo depois, às 14h15, alterando o prognóstico para problemas estomacais). A sua situação só foi resolvida após o representante da Nike ameaçar retirar seu patrocínio vitalício ao jogador, avaliado em mais de US$90.000.000,00 (noventa milhões de dólares) ao longo da sua carreira. Assim, combinou-se que o Brasil seria derrotado durante a prorrogação, porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que a França, que absolutamente não participou desta negociação, marcasse, em duas falhas simples do time brasileiro, os primeiros gols. O Sr. Joseph Blatter, novo presidente da Fifa, cidadão franco-suíço, aplaudiu a colaboração da equipe brasileira, uma vez que o campeonato mundial trouxe equilíbrio à França num momento das mais altas taxas de desemprego jamais registradas naquele país, que serão agravadas pela recente introdução do euro (moeda única europeia) e o mercado comum europeu (ECC). Garantiu, também, ao Sr. Ricardo Teixeira, através de seu tio, João Havelange, que o Brasil teria seu caminho facilitado para o pentacampeonato de 2002. Por gentileza passem esta mensagem para o maior número possível de pessoas, para que todos possam conhecer a sujeira que ronda o futebol! Desde, já agradeço. Um abraço. 

PEDRINHO DO VASCO - Me encontrei com ele hoje
Fui na Barra resolver umas paradas da minha faculdade (Estudo na Veiga de Almeida), depois que vi tudo, fui dar uma passada na praia. Quando to atravessando a rua, uma bmw me atropela HEUIAHSIEU, meio que me dá uma porradinha e eu caio no chão. Ai eu levanto na fúria, quando desce do carro, advinha quem é???? - Caralho Pedrinho, é tu mesmo???????? PEDRINHO: shhh, fala baixo porra. E ai, maluco, se machucou? EU: Claro que não cara, to sangrando aqui na perna mas ta tranks, porra me dá um autógrafo. PEDRINHO: Olha a ideia do cara, ta com a perna sangrando e quer autógrafo... É vascaíno pelo menos? EU: Claro que sou porra. Peguei meu chaveiro do Vasco e mostrei pra ele. PEDRINHO: Porra, tu é gente boa, podia estar aqui me xingando por ter te atropelado, mas me pediu um autógrafo. Entra no carro aí que vamos fazer um curativo nessa porra. EU: SÉRIO MANÉ? Nisso entrei no carro né, lá dentro tinham 3 mulheres gatíssimas, no banco de trás. Nisso já soltei uma no ouvido do Pedroca: - Caralho, pedroca, quem são essas 3 gostosas aí? PEDRINHO: Minha mulher e minhas duas filhas, seu filho da puta. ... PEDRINHO: TO ZUANDO LEKE, É TUDO VAGABUNDA. PORRA TU ME DIVERTE MUITO, NA MORAL, TU É UM MLK SAGAZ. AE PATTY, ESTÉFANI, TIO MAIA, ESSE É MEU AMIGO... COMO É TEU NOME MESMO? EU: É André Lima po... PEDRINHO: ESSE É O ANDRÉ LIMA, GENTE BOA, E VAI TOMAR UMA GELADA HOJE COM A GENTE. Nisso já fomos direto pro Novo Leblon, um dos condomínios mais picas da Barra. Rapaz, pra resumir a história, cheguei no apartamento 507 do bloco 3, meu amigo, o ap era um luxo. Entramos o Pedrinho e as 3 gatas. PEDRINHO: Ae mané, comigo é papum, tu já sabe né? EU: To vendo, mal me conhece já me trouxe pra boa. PEDRINHO: Mermão, e o Felipe Maestro, meu parceiro de Vasco... Quer conhecer? EU: CARALHO MAESTRO TA AQUI???? ELE: Ta porra, quer ver?????? EU: CLARO PORRA, KEDE ELE??? Nisso ele me mostra a trolha dele HEUIAHSUIEHAUISEHUIAHSUIEHAUISEHA pqp, mó cacetão cabeçudo - AQUI O MAESTRO AQUI FILHO DA PUTA. Móóóó pirocão! Comecei a rir, HEAUIHSEUIAHUISHEAUIHSE EU: VAI TOMAR NO CU PEDRINHO, HEUIAHSEUIAHEUISA! Ele já veio chamando a mulherada. PEDRINHO: AE MANÉ, ESCOLHE UMA E SE SENTE A VONTADE. Nisso peguei a Estéfani, comecei a meter forte nela, no sofá do Pedrinho. Meti mt. E o Pedrinho só nas duas, comendo as mulheres. Quando eu olho pro lado mané, vi o Pedrinho comendo a mulher... EU: COÉ PEDRINHO, TU TA FAZENDO A MESMA CARA DO REBAIXAMENTO DO VASCO EM 2008, HEIUAHSUIEHAUISE O PEDRINHO COMIA A MULHER CHORANDO VIADO HEUIAHSEUIHAUISHEUIAHUISEHAUIS CARALHO, COMECEI A RIR, QUASE BROCHEI Soquei bem na mulher. Gozei. Pedrinho gozou também. EU: AE PEDROCA, TENHO QUE IR LÁ... PEDRINHO: JAÉ, vou te dar meu número, qualquer coisa to me liga, tu é parceiro. EU: ESSAS PIRANHAS SÃO ÓTIMAS. PEDRINHO: Pois é, to cheio de dor nas costas. EU: CARALHO PEDRINHO, JÁ SE CONTUNDIU DE NOVO??? ATÉ FUDENDO TU É DE VIDRO, CHINELINHO DE FODA, HEUIAHSUIEHAIUSEHUIAHSUIEHAUIS PEDRINHO: HEUIAHSEUIAH SAI MLK. Aí me passou o número dele. Caralho, mt mt mt gente boa! 
submitted by ahdesistocara to futebol [link] [comments]


2020.12.01 23:19 transigirthenight Era uma vez um Ancapistão...

Lá a liberdade era completa. Não havia um governo para te proibir ou obrigar a fazer alguma coisa, e quem quisesse ter um negócio o fazia sem interferências ou regulações.
A coleta do lixo era privatizada, e só pagava quem quisesse ter seu lixo coletado.
As igrejas funcionavam em qualquer imóvel que quisessem, assim como bares, restaurantes, oficinas, fábricas...
Cada escola definia seu currículo e quem não concordasse podia ensinar seus filhos em casa.
Polícia? Haviam empresas de segurança privada e quem não quisesse contratar que comprasse suas armas e pronto.
Joãozinho era um cidadão bacana e consciente, Ancapista de berço, se mudou pro Ancapistão por estar cansado de ter suas liberdades limitadas e de ser roubado pelo governo via impostos que reduziam drásticamente seu poder aquisitivo.
Ao chegar lá, alugou uma casinha legal e foi atrás de emprego. Era engenheiro formado, mas seu diploma não tinha valor lá pois a faculdade dele era considerada 'elitista' e 'ideológica' na lista de faculdades de todos os empregadores então pegou emprego não-especializado com salário menor mas afinal sem impostos ainda sobrava mais no fim do mês.
Decidiu economizar com a coleta de lixo e uma vez por semana jogava seu lixo num terreno baldio longe de sua casinha.
No primeiro fim de semana foi descansar mas a igreja na frente da sua casa tocava música gospel alta nos altofalantes da fachada; ok, depois do culto vai ficar quieto né, deixa pra lá. Só que às 21h abria o barzinho vizinho à sua casa, e havia um puteiro nos fundos. Maior zoeira a noite toda. "Minha liberdade vale mais que esse pequeno incômodo", pensou Joãozinho.
Segunda de manhã foi pegar o carro pra trabalhar; não o achou. Foi roubado. Um vizinho avisou que se ele contratasse uma empresa de segurança havia chance de ter o carro de volta. Foi se informar e era necessário pagar um ano de 'segurança' adiantado e depositar 20% do valor do carro para garantir que fariam as buscas, os 20% só seriam coletados se o carro fosse recuperado. "ah, isso sim é total liberdade de empreendimento de de contrato entre as partes" pensou Joãozinho, e aceitou os termos.
No dia seguinte acharam o carro dele, todo depenado. Mas foi encontrado então ele devia os 20%.
Quando voltou de ir buscar o carro, viu que haviam entrado na casa dele e levado vários bens. Reclamou com a empresa de segurança, que respondeu que proviam os serviços mas não havia garantia, ladrão é foda mesmo.
Uns dias depois um pessoal bateu na porta dele; ele atendeu e caíram de porrada nele, 'para aprender a não jogar lixo no terreno dos outros', era a segurança do dono do terreno que ele usava como lixeira. Contratou a coleta de lixo, que dessa vez cobrou dele mais caro que a cotação anterior...
Chega o fim do mês e o patrão vai pagar o salário; Joãozinho olha o cheque e pergunta porquê o valor está tão menor que o combinado; o patrão responde: 'desconto das horas de almoço, aluguel da mesa e cadeira que vc usa, depreciação do computador, custos de internet, ar-condcionado e iluminação' e quando fez que ia reclamar o patrão já saiu dizendo: 'se não gostou pode ir procurar outro lugar pra trabalhar'.
Ao voltar pra casa, sua chave não abria a porta. bateu, bateu e um cara lá dentro gritou: "vai procurar o proprietário, eu olhei a casa, gostei e ofereci pagar mais que vc então ele deixou eu me mudar, suas tralhas tão lá com ele"
Ah, como é boa a liberdade!
submitted by transigirthenight to brasilivre [link] [comments]


2020.12.01 08:44 ReicheSchlange Meu primeiro término.

É isso. O título já diz, estou passando pelo meu primeiro término. Não perdi apenas um amor, mas também uma amiga. Eu e A nos conhecemos na escola,por meio de uma pessoa em comum. Não nos falavamos muito, até que teve uma competição, que seria em outro estado, e acabou que eu e ela estávamos participando e fazendo parte do mesmo time. Aí, a gente começou a se falar mais e acabamos virando amigos. Eu já tinha um certo interesse nela, mas nunca fiz nenhum avanço por ver que provavelmente não daria certo (olha só né kkkkk)
Último ano da escola, antes de ir pro ensino médio, descobrimos que iríamos para a mesma escola, aí eu fiquei feliz pra caralho né, mal sabia eu o que viria pela frente rs. Ensino médio, muito brabo. além de ir pra mesma escola, estamos na mesma sala (vai se fuder destino), começamos a conversar ainda mais e estávamos quase virando melhores amigos. Tudo de bom, até que ela começa a conversar com um maluco lá da escola. Ele estudou junto comigo e era um antigo amigo, mas que eu tava ligado que era talarico. Vi que se continuasse assim, eu ia parar numa Friendzone fudida, então resolvi me declarar pra ela (num mercadinho de esquina ainda por cima KKKKK). Eu escolhi um dia estratégico pra me declarar: um dia antes de um puta feriado de 2 semanas, se desse errado eu ia tá chorando mais em casa. Acabou que ela me recusou, vida que segue né. Chorei e é isso. Passou o feriado, 1 semana depois as aulas acabam por causa do covid, e aí é o começo de uma série de eventos que nos levam até o título.
Fiquei solitário pra caralho na quarentena, principalmente na madrugada. De dia pelo menos eu conversava com meu amigo, mas de noite era só eu e Deus, até que um dia ela me chama e a gente começa a conversar, eu já tinha esquecido do fora e tal então tudo tava indo de boa. Passa umas semanas da gente falando por texto, ela me chama pra fazer call, ela queria me mostrar uma maquiagem de E-girl que ela tinha feito. Isso, meus amigos, foi um ponto sem retorno. Começamos a fazer call todos os dias e ficávamos a madrugada inteira. Conversávamos sobre tudo, desde escola e séries até traumas e notícias, acabamos nos identificando muito e viramos melhores amigos. Lembre: eu não tinha esquecido o sentimento por ela, apenas pensava que tinha.
Chega um dia, estávamos conversando aí eu pergunto de quem que ela gosta e tal (adolescentes né kkkkk), ela fica enrolando e eu já tava esperando quebrar a cara, até que ela dá uma resposta que eu não esperava: ela gosta de mim. Fiquei sem reação na hora, e falo que também gosto e pergunto se ela quer namorar. Ela nega (de novo, sou muito otário mesmo), dizendo que não está pronta e tal mas blz, aceito numa boa, só vem amizade colorida 😎.
Passa uns meses, ela vem na minha casa eu vou na dela mas nunca rola nada (mas coleciono memórias, só de lembrar começo a querer chorar), até que tem uma festa aqui e eu chamo ela. Eu resolvo meter o loco e falar que tô apaixonado pra caralho e que nunca senti um amor tão forte por ninguém. Ela recusa (de novo) e fiquei me sentindo um merda, porém tem um plot twist: ela me chama no zap de madrugada e fala que quer sim tentar, que só recusou por medo do que poderia acontecer. Deus amado, esse foi um dos melhores dias da minha vida (e uma das piores coisas pra se lembrar no momento). Passa LITERALMENTE UMA SEMANA, e terminamos, ocorreram coisas na vida dela e acaba que ela diz que não tá pronta, mas que ainda gosta de mim. Choro pra caralho, vida que segue.
Último arco de nossa história: Passamos um tempo sem se falar, mas eventulamente voltamos. Tudo tá indo ótimo, nos falando todo dia de novo (só de lembrar faz falta) até que uma tragédia ocorre na vida dela e as coisas começam a mudar, drasticamente. Nos falamos uma vez por semana agora, as vezes nem se falamos, e eu fico me pergunto o que ocorreu, pois ela não diz. Bem, semana retrasada ou passada fui na casa dela, e ela continua não dizendo o que houve. Nesse dia eu acabo roubando um beijo dela, e bem o jeito que ela reagiu me fez pensar que os pensamentos de que o amor acabou eram só coisa da minha cabeça. Bem, alguns dias atrás eu tenho que pegar um documento que tá na casa dela. Vou e quando chego, ela só me entrega o documento e fala que tem que tirar panela do fogo. Tenha em mente que desde o beijo a gente não se falou, não fez call e nem nada do tipo. Fiquei puto e falei que queira conversar com ela, que era sério, etc. Ela ainda não deixa eu entrar, então eu só começo a falar no meio da rua mesmo (humilhante isso). Pergunto o que houve, pq ela tá assim comigo, se ela gosta de mim ainda ou não, etc. Ela fala que não quer falar sobre isso, que ainda gosta mais quer um tempo pra ela. Ok. Mando mensagem querendo saber mais, pergunto se ela ta bem e falo que tô preocupado. Meus amigos, aqui é o momento que meu cérebro e alma olham para si mesmos e falam: você é um otário. Parabéns. Pa. Ra. Béns. Ela me deixa no vácuo e fica online a madrugada toda, ok né. Ainda tento falar mas tudo em vão
Ontem falei que não vou me intrometer mais e pedi desculpas por qualquer coisa e pergunto se ela quer dar um tempo. Ainda sem resposta... Até que hoje, menti que queria ajuda com coisas da escola. Ela finalmente responde e fala o que houve. Eu meto caô e invento umas dúvidas aleatórias, até que chega no assunto que interessa: eu pergunto se ela quer terminar ou não. Ela diz que sim. Disse que não gostava de mim mais, e fala que podemos ser amigos. Eu pergunto quando que tudo mudou, ela disse que parou de gostar faz semanas . Eu fui na casa dela faz dias. Então, eu me senti enganado e traído, quando fui ela disse outra coisa, mentiu pra mim. Eu falo que não quero mais nada, que perdi a confiança e que é melhor assim. Ela concorda. Talvez um dia a gente volte a se falar, e talvez até volte o romance, mas esse dia não é hoje.
Agora cá estou, triste, enganado e solitário. Chorei pra cacete e vou chorar mais, mas fazer o que né. Me perdoem pelo desabafo bobo e pelo texto longo e confuso, é madrugada e eu não tenho com quem falar o que aconteceu. Estou no celular então me perdoe os erros ortográficos.
submitted by ReicheSchlange to desabafos [link] [comments]


2020.12.01 07:05 Bahrl Eu nao sei mais o que fazer da minha vida

E aí povo, eu não sou muito bom com palavras assim, mas resolvi soltar um pouco dos sentimentos que vem me assolando esses dias, foi mal aí pelo textão, acabei mesclando um pouco de tudo.
Eu tenho 21 anos, e apesar de saber que sou jovem ainda, eu to pra me formar na faculdade de Design Gráfico, e acabei de perceber que quando comecei a trabalhar com isso era divertido e eu sentia prazer em trabalhar com isso, mas agora eu não suporto olhar pra cara dos programas, muito dessa raiva a profissão vem da prostituição monetária e do excesso de gráficas baratas que tem na minha cidade, afinal as pessoas sempre querem pagar barato, e em tempos como esses mais ainda, ninguém quer pagar o preço justo, afinal assim como qualquer outra profissão nós nos dedicamos a estudar essa área, temos faculdade, gastamos noites de sono e dinheiro para completar esse curso, e mesmo assim não é bem visto pelos clientes. Isso me deixou muito desgostoso de trabalhar na área.
Ultimamente eu andei vendo telescópios para amadores e em um preço acessível e outros produtos que me interessaram pois estou sem o que fazer nessa quarentena, estou esgotado, não acho emprego em área nenhuma ( sim eu mando currículos apesar de não parecer ) e meu hobbie favorito é a música, mas confesso que ando sem forças para pegar no meu violino e minha guitarra está sem amplificador. Eu não aguento mais cuidar da casa, fazer pão caseiro e essa vida de dona de casa.
Meus amigos estão meios distantes pois ando muito irritado com todas essas situações e consequentemente eu acabo descontando neles ( eu estou errado eu sei ), então como não tenho eles pra desabafar eu vim aqui.
submitted by Bahrl to desabafos [link] [comments]


2020.12.01 05:56 ultimascosas Me quiero suicidar

Hola, antes que todo, lo mejor sería que me digan si las situaciones que les diré a continuación afectan realmente en en presente y en mi futuro (porque del pasado no me intereso mucho). Seré lo más breve posible.
Empezando desde que era niño, tengo recuerdos (aunque no se si sean reales del todo) de que mi hermano me apretaba muy fuerte los testículos cuando era bebé y que me tapaba mi órgano para que no pueda orinar ni defecar y que yo lloraba y lloraba y pasaban horas pero antes de que mis padres vinieran mi hermano lo sacaba. Siento que esto me ha perjudicado demasiado porque pienso que cuando eres bebé desarrollas tu manera de ver el mundo y siento que la de la peor manera posible, lo cual me duele bastante ya que siento que si eso no hubiese pasado no sería lo que soy ahora (y sumándole muchos otros acontecimientos más).
Luego en mi niñez siempre me sentí ignorado por mis padres ya que exigía que me tratasen como si fuera una persona normal, sin embargo era solamente un niño, de lo cual me daba cuenta porque soy extremadamente inteligente (no lo tomen como soberbia, se lo digo porque realmente así es). Como si hubiese vivido mi adolescencia y formación de personalidad desde que era un niño, ya que estos rasgos de abandono y de sentirse siempre utilizado se quedaron en mi hasta ahora. Mi único hermano, que es mayor, solía jugar conmigo y yo siempre me comportaba como si fuese el mayor, como que si tuviese que entretenerlo haciéndome el interesado en sus juegos, pero mi interés lo confundía con estupidez y cuando fingía no saber algo para que el me explique y se sienta bien el me decía cosas horribles como feo, tonto o que nadie me quería. Y estas cosas, me duelen mucho saber que pasaron porque pienso que de alguna manera se quedaron en mi subconsciente y que moldearon mi personalidad pensando que era eso (en mi edad temprana) y por lo tanto que influyo en mi personalidad y que ya no lo puedo cambiar. En mi niñez era un niño muy bueno y amoroso según todos mis profesores y familiares pero ellos ya no opinan lo mismo de la actualidad, lo cual me duele porque pude haber seguido siendo eso pero los acontecimientos que les digo me hicieron así y pensar en que me hicieron así me duele más aún. Aparte tengo recuerdos (pero otra vez no se de donde salgan o si son realmente ciertos) que mi padre me violó y que abusó de mi sexualmente, igualmente mi hermano; pero no se si mi mente me quiera jugar una mala pasada o si esto realmente pasó.
Mi reporte de kinder dice que era un niño ejemplar y el mejor del salón. Compartía, tenía mucho liderazgo y mis cualidades decían que sería alguien muy pero muy ejemplar. Sin embargo, creo yo que estas cosas son las que desde niño me hicieron cambiar. También recuerdo que por hacerme el niño bueno y amable, me hacía el que no entendía algunas cosas para que me expliquen y generar un tipo de conexión con mi interlocutor, pero esto muchas veces se mal interpretaba lo cual me causaba mucha frustración y me causa aún mucha frustración ya que si no hubiera fingido y si realmente me hubiera comportado como el brillante e inteligente niño que era tal vez no hubieran ocurrido estas cosas.
Otra cosa que me pasó de niño fue que una vez jugando con mi primo 8 años mayor me hizo el FU de John Cena y caí en el suelo (me romí dos dientes incisivos). Esto me dolió emocionalmente en el futuro también porque siento que con mis dos incisivos normales mi crecimiento craneofacial hubiese sido mejor (no digo que soy feo, sino que hubiese sido mejor).
En el colegio, era masomenos normal, solo que hay una cualidad muy detonante en mi vida que es que desde los 3 o 4 años de edad me masturbaba pero con el estrés, es raro de escuchar pero pensar cosas estresantes y frotarme mis partes íntimas me generaba placer (no excitación). Un ejemplo que recuerdo bastante es que faltaba muy poco tiempo para terminar un trabajo de caligrafía en mi clase de 5 añitos, y como no me salía (la coordinación con el lapiz y el trazo) me empezaba a masturbar en la clase (obviamente sin bajarme los pantalones, solo frotando mi trasero con la silla de tal manera que mi órgano también se frotaba con mis piernas y ese sentimiento de estrés me producía placer. Busqué mucho en internet acerca de esto pero no encontré a ninguna otra persona que hiciera lo mismo. Ahora ya no lo hago, pero me da mucho estrés pensar que hice eso durante casi toda mi etapa de crecimiento emocional ya que pienso que desordené mi cerebro químicamente para que solo buscará estresarme (ya que eso le produce placer), y combinándolo con la ley de la atracción siento que yo mismo, inconscientemente, he buscado hacerme el mal y estresarme. Incluso recuerdo que en una clase de tercer grado empecé a hacer esto mismo y un chico me gritó que deje de mover el culo. Lo cual años más tarde se lo hice recordar como algo de broma pero ahora que lo pienso bien no debí decírselo porque aparte de solo decírselo le confesé por que lo hacía y esta persona a la cual le dije sospecho que le dijo a alguien más y se corrió uno de los tantos rumores de mí.
Cuando tenía aproximadamente 8 o 9 años conocí a mi peor enemigo de toda mi vida. Le pregunté solamente a dos personas si eran primos (porque coincidían en un apellido) y me convertí en su "amigo" durante los siguientes dos años, lo cual creo yo que fue la peor decisión de toda mi vida. Estas dos personas eran muy amigos antes, sospechaba que la persona B le gustaba la persona A porque siempre quería estar cerca de él y si yo estaba cerca de A, B se ponía celoso. Mi colegio es de solo hombres. Al principio no me tomaban muy enserio porque era como un niño loco, mi único objetivo era hacerlos reír, lo cual me duele mucho darme cuenta de eso ahora. Pero después me volví muy amigo de la persona B y este fue mi peor enemigo después. Todos los días jugábamos juntos y salíamos a hablar. Yo no hablaba mucho, él es el que me contaba mucho de sus experiencias. Este chico también era muy raro ya que parecía mujer (tenía una hermana y pasaba mucho tiempo con él). Incluso me llego a gustar (lo contaré más adelante). Pero de alguna manera me sentía algo inferior a ellos porque en ese entonces ambos A y B habían viajado a Estados Unidos y yo no. También me sentía mal porque ellos me dejaban siempre de lado y sentía que solo me utilizaban como un instrumento para reírse, y a esa edad si me daba cuenta de eso pero sentía que no podía hacer nada con respecto a eso. Estas dos personas moldearon, en mi opinión, mucho mi personalidad. A siempre invitaba a B a su cumpleaños y de vez en cuando a su casa, mientras a mi no. Lo cual me dolía mucho, incluso me dolía si B no invitaba a alguno de sus cumpleaños. Tanto así que una vez me puse a llorar cuando B no llamaba a mi mamá para que le dijera que estoy invitado a su cumpleaños (pero más tarde lo hizo y me tranquilicé). Pero lo peor de todo que todo esto se lo conté a B una vez borracho, y a otras personas que estaban cerca, ya se imaginan como me siento después de haberle revelado estas cosas. Igual a A, el rumor se expandió (no tengo pruebas pero tampoco dudas, porque siempre quieren mi mal). Bueno ¿por que es que B es el peor enemigo de mi vida junto a mi hermano? Aquí viene otra historia. Un día me empezó a llamar como es que B trataba a las demás personas, tanto así que me parecía que B solo era bueno con los demás para que le den el reconocimiento de Mejor Compañero o Amigo al final del año, reconocimiento que todos los años se entregaba a un alumno por votación de los otros alumnos. Aquel cosa me pareció muy hipócrita de su parte en ese entonces (ahora me doy cuenta que no era del todo cierto, simplemente el chico era bueno porque así es su personalidad (me da cosa poner eso porque temo que lo vean como alguien bueno cuando en realidad no lo fue)). En lo que si era hipócrita era en presumir, ya que él presumía bastante cosas que no eran ciertas. Sin embargo fue él quien me llamó hipócrita a mi porque eso de tratar bien a los demás para obtener un diploma se lo dije a otro compañero (que B era así). A veces jugábamos a hacer cosas, dos veces dije "Juguemos a no ser amigos" y B se fue, lo cual me hizo sentir como que solo estaba siendo mi amigo por amabilidad y que en realidad nunca quiso ser mi amigo porque mi forma de ser era pésima. Habían veces que yo decía cualquier cosa y B se reía (no quería hacerlo reír) y analizándolo un poco, esas veces B parecía que se reía por obligación como que si hubiese contado un chiste (lo cuál más adelante estuve obsesionado con eso). Nuestra amistad se terminó cuando una vez el me preguntó si estaba bien peinado a lo que le respondí que si era gay o qué para fijarse tanto en eso. Más tarde, ese mismo día le dije que era mariquita y ahí me dijo que ya no seríamos amigos, me lo dijo algo llorando y muy triste ("¿Sabes qué?" "Qué" "¿Sabes qué? Ya, ya no soy tu amigo" A mi eso al principio no me importó mucho pero ahora me pongo a pensar todo lo que no hubiera pasado si es que siguiésemos siendo amigos. Ahí todo empeoró demasiado. Ambos éramos muy raros, pero luego el raro solo terminé siendo yo. En ese entonces me quedé sin amigos, sin nadie con quien compartir en el recreo, solo me quedó jugar fútbol con el grupo grande de futbolistas. Ese día el cuál nos peleamos pensé en pedirle perdón pero por orgullo no lo hice (tenía 10 años). Ese día me empezó a susurrar al oído tonterías como que otra persona se sentiría mal por mi culpa. Pero más tarde lo quería empujar, por lástima no pude, el universo me lo impidió porque de alguna manera pienso que si lo hubiese empujado todo no habría ido tan lejos (aunque parezca algo tonto de pensar). Bueno luego de ese intento de empujarlo nunca más volvimos a hablar en años, pero este chico siempre me quiso hacer la vida imposible. Siempre que conseguía un nuevo amigo, el se volvía amigo de esa persona haciendo que yo me aleje de ambos porque el estaba consciente que yo siempre me trataba de apartar de él. Esto pasó por mucho tiempo. Incluso siempre me ridiculizaba y me hacía quedar como un tonto, cada vez que yo decía algo él y sus nuevos amigos (que cambiaban mucho) se reían de mi como si fuese la encarnación del cringe, y eso me hizo sentir durante mucho tiempo. Se reían de mi de cualquier cosa que dijese como si los otros pensaran que yo hago las cosas por ellos o que pensaran que me enojo con sus risas, cuando en realidad lo que me enojaba era que pensaran eso, no sus risas. Bueno A retorna a la historia, recuerdan que mencioné que B era muy cercano a A, pues yo también lo era y lo consideraba como un hermano a A. Me gustaba pasar mucho tiempo con él pero no podía estar con él porque él siempre estaba con B y sentía que juntos siempre hablaban mal de mi y que no querían pasar tiempo conmigo. Gracias a esto me distancié mucho también con A y me dolió mucho ya que en algún punto de mi vida me llegó incluso a gustar (junto con B, pero a B también lo odiaba). Todo esto me duele al recordarlo porque siento que influyo en mi personalidad para mal, y que sin que todo esto hubiera ocurrido hubiera sido mejor pero posiblemente no es cierto que me hizo tanto mal, es por eso que escribo esto, que tal es la opinión de otras personas acerca de esto. Todo esto pasaba mientras mi abuelita estaba en sus últimos años de vida. Mi abuelita era como mi padre ya que mis padres están divorciados y vivía con ella, mi mamá y mi hermano. Y cuando tenía 12 años mi abuelita murió súbitamente en cuestión de 4 días y no me fue posible decirle adiós. Tal vez por eso sienta que en el fondo tengo aún 12 años, porque no pude superar eso. Tengo recuerdos bastante extraños durante esta oscura época de mi vida, como que me besaba con mi hermano mientras nos bañábamos juntos. Sospecho que él tiene problemas mentales por todo lo que me hizo. Retornando con A y B, estas personas se fueron alejando poco a poco de mi, lo cuál me dolía bastante. En una oportunidad le escribí perdón anónimamente a B en su cumpleaños (también le pedí perdón indirectamente (solo habían dos con su nombre y dije perdón + ese nombre), escribiéndole en un papel Perdón y miles de frases bonitas. Lo peor es que eso se lo comenté a un compañero (que seguramente se lo dijo a otros compañeros) y a él también pero más adelante estando borracho. Estaba pasando por momentos tan difíciles y los demás parece que se dieron cuenta porque en una petición pedí acerca de mi abuelita y por mi extraño comportamiento también.
Cuando tenía 13 años viajé a Estados Unidos y Europa y ese año me sentí el rey del mundo. Empecé a sentirme muy afortunado pero ese mismo año ocurrieron varias tragedias también. Ese año empecé a discriminar a todos por tener menos dinero que yo porque en ese entonces sentía que tenía mucho dinero por tener uno de los últimos celulares y por haber viajado mucho. Pero a la par que era muy presumido, había otra persona que también era presumida y ambos queríamos demostrar quien tenía más dinero que el otro. Hubo un punto donde lo atrapé mintiendo y se lo demostré a todos, aparte dije que por ahí decían que su madre era prostituta y cuando se enteró de esto último golpeó fuertemente mi cabeza contra la pared (impactando en la zona de atrás del cráneo (entre la zona parietal y occipital). Este fue otro de los hechos que más me dolieron emocionalmente también. Lo peor de todo es que yo fui el que terminó perjudicado porque antes de ese golpe le di un golpe en la espalda porque antes el me dio otro también sin motivo. Lo peor de todo es que ese golpe en la espalda lo confundieron con que le metí el dedo al culo y me mandaron informe a mis padres (y mi padre aún tiene ese informe en su cuarto lo cual me pone muy triste) y lo admití porque en ese momento estaba hambriento de atención, incluso de la mala. Me mandaron un informe a mi por eso y no a él por lo del golpe en la cabeza porque le dije a la miss que no le mande informe porque sentí que en el fondo entre los dos había una amistad (fue algo muy tonto). Y lo peor otra vez es que todo eso se lo dije también estando borracho. Eso del dedo me lo recordaron durante 4 años (hasta ahora) y en ocasiones me molestaron con eso. Incluso algunos pensaron que era gay, no solo por eso sino porque también le confesé de broma a alguien que era bisexual y que me gustaba A y B y el rumor corrió rápido. Incluso le comenté a mi compañero de grupo que me quería matar, (para ese entonces tenía 13 años). Eso si era completamente cierto, me sentía muy agredido y maltratado por todos. Aquel golpe en la cabeza marcó un antes y un despúes en mi vida porque aquel golpe me hizo pensar durante mucho tiempo que me quedaría tonto o disfuncional de alguna manera por eso. Además me afectó en lo que más cuidaba y consideraba mi mayor atributo, mi inteligencia. El impacto fue entre la zona occipital y parietal del cráneo. Indagué mucho acerca de esto yb resuslta que un golpe en esta zona puede afectar el lenguaje y tu intelecto en cierta manera y yo que apuntaba a ser el mejor de mi promoción fue como un golpe crítico ya que todo ese tiempo pensé que afectó mi intelecto. Y para variar desde ese día me siento menos inteligente de lo que era en aquella época. Luego de aquel golpe insultaron a esa persona diciéndo que él estaba de envidia de que yo tuviera más dinero que él mientras que yo estaba llorando de lo cuál me arrepiento porque les di una imagen equivocada de mí. Era la segunda vez que lloraba en público, la primera ocurrió un año antes cuando me iban a mandar mi segunda papeleta (lo cual pensaba yo que era una suspensión y un adios a mi sueños) y me la iban a mandar porque intercambié el examen con un compañero para ayudarle y la miss nos atrapó. Retomando el tema del dedo, yo de alguna manera quería que mis compañeros se enteren porque sentía una gran necesidad de recibir atención de cualquiero tipo que hasta eso me gustaba. Además quería dejar de ser visto como el chico estudioso y quería ser visto más como alguien más malo pero como solo tenía 13 años no me daba cuenta que esa no erea la manera correcta de llamar la atención. Aparte del golpe en la cabeza me amenazó con que me golpearía o que le diría al profesor lo que dije de su madre, y me dijo que le de 5 audífonos míos para que no hiciera nada; yo obviamente no iba a ceder a eso le seguí el juego para recopilar evidencia de lo que me estaba diciendo y lo quise grabar resultando en que el profesor me quitará el celular y ese mismo día ese chico agarró mi cubo rubik (que por cierto siempre llevaba al colegio varios para armar y siempre fui visto como ese niño que armaba cubos y no me gustaba el punto de vista que tenían de mí) y me lo tiró al suelo. Justamente este cubo era nuevo y me gustaba mucho ya que era uno nuevo y el más nuevo y me dió nmucha tristeza ver como ese cubo lo tiraba al suelo, tanto que me puse a lagrimear. Me faltó mencionar que mi primer contacto con este chico fue en la clase de banda 2 años antes cuando pensaba que se estaba voviendo mi amigo cuando en realidad solo se burlaba de mí (lo mismo que actualmente pienso de algunos de los que fueron mis amigos y de algunos amigos actuales). Y este chico en las clases de banda me decía que era menos conocido que el menos conocido de mi salón y que no tenía amigos, una vez se tiro un gas en mi cara mientras yo estaba en el suelo. Mientras pasaba eso yo seguía pensando en la pérdida de mi antiguo mejor amigo y le trataba de demostrar que tenía amigos y que no me dolía que ya no fuera mi amigo. Tiempo después de aquellos incidentes del golpe en la cabeza una vez me lo encontré en el baño con unas personas de mi clase y yo por hacerme el que no le tenía miedo a nada frente a ellos jaloneé su puerta del baño molestándolo. Cuando salió del baño el me golpeó fuertemente y yo también (nos vio un amigo de mi hermano que posiblemente le dijo a mi hermano y pensé inconsciente mente que el rumor de que era molestado ya no solo era en mi clase sino que se expandía más allá hacia la clase de mi hermano lo cual también me afectaba mucho ya que también siempre quise demostrarle a mi hermano, sus amigos y a mi familia en general que no era molestado y que me tenían algún tipo de respeto, pero ahora me doy cuenta de que ellos siempre supieron lo mal que la pasé. Después de ese incidente en el baño, el chico le pidió al profesor que hablemos los tres y le dijo que yo lo estaba molestando en el baño y yo le dije que me golpeó y que un amigo de mi hermano observó todo y que le dijo a mi hermano y que mi hermano dijo que le pegaría a este chico para protegerme y creo que desde ahí tiene miedo que algo con mi hermano pase (que lo golpee o algo). Algo similar ocurrió anteriormente cuando estaba en primer grado de primaria y unos chicos de segundo me molestaban, yo les dije que mi hermano haría al respecto y desde ahí no me molestaron, incluso me los encontré años después en el taller de ping pong o tenis de mesa del colegio y yo al decirles que era hermano de mi hermano me empezaron a respetar más y empezaron a perder a propósito para que yo gane, lo cual me incomodaba mucho ya que el hecho que la gente finja algo como tratarme bien solo para que mis padres o mi hermano no digan nada o que me tratásen bien solo porque era un niño pequeño siempre me incomodaba mucho porque nunca veía el lado real de la gente. No quise parecer protegido o muy querido cuando escribí lo último, aunque antes si me gustaba llamar la atención con ese tipo de cosas. Volviendo al tema, luego de hablar los tres con el profesor este (al cual le caí pésimo en un futuro) nos dijo que ya no tuviésemos ningún tipo de contacto entre los dos y así fue realmente. Desde ese momento el chico no me ha hecho realmente daño (pero sospecho que ha hablado mal de mi diciendo que realmente no tenía el dinero que aparentaba, siento que decía eso para el quedar como el más adinerado de mi promoción).
Pasaron los días y fue todo yendo más tranquilo hasta que un día escuché que alguien me dijo que si era autista burlándose de mi para encajar en el grupo, lo cuál me alertó bastante porque aquel comentario quedaría mucho tiempo. Desde ese día me puse a reflexionar de por que me dijo aquella cosa. Me preguntaba a mi mismo que si realmente era autista o porque aquella persona se atrevió a hostigarme cuando yo no le había hecho nada malo, pensaba que me veía como un objeto de burla o que no consideraban que tuviese algún tipo de valor (lo cual lo pensé durante mucho tiempo), Luego de unos días me volvieron a decir autista y así sucesivamente, hasta que llegó un punto donde me molestaban masivamente con eso junto con el hecho de que me tiraba gases todo el tiempo lo cual en parte era real pero que no podía controlar y que sentía que era producto del golpe en la cabeza que recibí, lo cual me hacía sentir peor. Y sentí que sufrí más que cualquier adolescente en la misma situación porque además de solo escuchar todo eso, estaba consciente de que aquellas cosas repercutirían en mi personalidad para mal y sentí que mi desarrollo en la pubertad fue deficiente por todo esto (esto es lo que más me duele de todo, que repercutió en mi desarrollo o siento eso). Me siguieron diciendo autista (mi antiguo mejor amigo el cual B me quitó para hacerme sentir mal y hasta sospecho que B haya sido quien le impulsó a decirme autista para que yo sufra viendo como un amigo tan cercano me trate de esa manera) hasta que un día confronté a esa persona que me lo decía y le dije que si me volvía a decir autista le iba a pegar muy fuerte y en ese momento la gente de alrededor empezó a proponer una pelea entre los dos. Pasó, pero me sentía mal porque más gente estaba de su lado que del mío (de mi lado solo habían 3 personas). Empezamos a pelear y estaba ganando hasta que el dijo que paremos porque alguien estaba grabando todo lo ocurrido y yo hambriento por cooperar con alguien de cualquier manera cedí. Desde entonces me pararon de decir autista y empecé a presumir más y más todo lo que tenía a tal punto de que el profesor con el que hable anteriormente le dijo a mi madre que no medía mis palabras y que estas afectban mucho a las personas de mi clase. Aunque habían algunas personas que dudaban si yo realmente tenía todo lo que aparentaba tener habían otras que se sentías tristes por todo lo que mostraba, era como un experto presumiendo, me metía en la mente de las personas para hacerles creer que lo que tenía ellos no lo tendrían jamás (no me juzguen por ello, esto lo hacía porque estaba hambriento de atención por todo lo que me había pasado; ahora quiero hacer sentir a la otra persona más afortunada que yo para que se sienta bien, en otras palabras todo lo contrario a presumir). Fue a principios de este año (luego del golpe) cuando empezaron mis ideas acerca del suicidio, de algunan manera mi madre se enteró y le dijo a mi tía (personaje de vital importancia en el futuro) lo cual empeoró todo las cosas.
Pasó el año y empezó el 2018. En el año nuevo de 2018 fue por estos días cuando me emborraché por primera vez. Fue con mi primo y lo hacía también para llamar la atención de mi familia y para hacerle creer que ya no era aquel chico estudioso de antes y que ya era un poco más rebelde. Pasé esos días en la playa junto a mi familia y siento que me recuperé en esta época del año, sin embargo mi primo me dijo que quise conquistar a su novia de 20 años cuando estaba borracho, lo cual me hizo preguntarme si era raro (al igual cuando me dijeron autista). Aún pienso que si regresará a esa época me sentiría mejor que ahora. Por estas épocas fue cuando mi primo me quiso introducir al mundo de las drogas pero aquí no fue cuando eso pasó. Me emboraché esos días de la playa con mi primo y en año nuevo fui con unos amigos a escalar un cerro cerca de la playa lo cual me sorprendió hasta mí como es que pasó eso ya que todo lo relacionado a tener amigos resultaba algo dificil, pero no imposible para mí. Igual en la playa seguía con algún tipo de complejo ya que no tenía casa (pero si los medios para comprarla) en la playa y no quería que mis amigos sepan eso, además no estaba en la zona más exclusiva de la playa y quería qu emis amigos siempre me vean con lo más exclusivo por lo que igualmente me avergonzaba. Luego de la playa fui a la casa de mi tía que mencioné antes que se enteró por medio de mi madre acerca de mis ideas suicidas. Ese tiempo ahí todo iba relativamente normal en su casa que era bastante grande y que para entonces me gustaba ir ahí. Pero poco a poco me fui dando cuenta que la tía quería aprovecharse de mi mamá haciendo que ella pague por todo, o por lo menos eso queríá hacerme pensar la tía para malograrme la mente. Al principio le fue muy bien su plan, yo estuve pendiente de muchos gastos que ellas tenían y todos mis primos estaban conscientes de eso. En ese entonces estaba obsesionado con el dinero y me molestaba que lo que bien podía ser gastado para mí era gastado para mis primos o para mi tía misma. El año anterior también había ido a su casa y esta vez apenas fui me quitaron mi celular con la escusa de que había mentido en algo mínimo pero la verdadera razón era para que sus hijos no sientan envidia de que tenía el último celular y ellos no. Porque en realidad no tenía ningún sentido que me quitasen el celular solo a mí y a mis primos contemporáneos no. Recién ahora me doy cuenta de todo el maltrato que recibí en ese viaje, por algún motivo ese año la tía pidió exclusivamente que vaya solo yo sin Alonso porque sabría que él de alguna forma me protegería. Ella tenía demasiada envidia de mi porque era más inteligente que sus dos hijos y además como mencioné de pequeño era el amor hecha persona, era extremadamente ordenado y metódico, todo esto lo cual ella quiso destruir para "igualarme" con sus hijos. Años anteriores también iba a su casa y recuerdo que siempre trataban de ridiculizarme entre ellos para hacerme pensar de que era un tonto, porque mi inteligencia a una temprana edad era extremadamente alta lo cual sorprendía a la tía pero ella detectó que no me daba cuenta de lo inteligente que era por lo que trató de hacerme creer de que era un tonto (al igual que mis compañeros en un futuro) hasta que ella se convenza de que se hizo realidad. También recuerdo que en una ocasión mi primo contemporáneo hijo de mi tía me invitó a pasar tiempo en la piscina y me empezó a insultar de la nada diciendo que era un flacucho y que tenía anormalidades en mi cuerpo y que por eso ninguna chica me iba a querer nunca. Lo cuál me duele mucho recordar porque pienso que aquel cosa marcó mi personalidad y desarrollo de mi ser haciéndo que mi subconsciente se crea realmente estas cosas que me decía hasta llevarlas a la realidad. En esa ocasión recuerdo también que me apretaba fuertemente los testículos y no me dejaba salir de su piscina (de tipo inflable, sospecho que todo eso fue plan de mi tía). También me duele recordar esto porque pienso que afectó en mi desarrollo de testosterona y de mis genitales de alguna manera. Solo iba a esa casa a sufrir y lamentablemente yo no decidía si ir o no, mi madre nos obligaba ir. Además ahí me daban comida que no me gustaba siempre, a propósito, para que nunca comiera y me quedará desnutrido, lo cual recordar también me afecta porque afectó en mi crecimiento. Era como que mi tía solo quería verme sufrir por alguna razón. Cuando era más pequeño me orinaba y ella olía los pantalones en frente de mi para comprobar si estaban cochinos y para que yo me de cuenta de que ella sabía que me orinaba y así me sienta mal. Todo lo relacionado a ella es sufrimiento y envidia de su parte. Yo a veces lloraba desesperadamente a mi mamá para que me hable pero ella no me respondía para no quedar mal ante mi tía. Prefería el bienestar de mi tía sobre el mío y aquello me dolía mucho porque no me sentía suficientemente importante, tanto para que una madre prefiera a su hermana por cosas simples por el bienestar de su hijo que estaba llorando. Ahora resulta que cuando estábamos planeando ir a la universidad mi madre prefería tener a mi hermano y a mis dos primos hijos de esta tía en vez de mi ya que su departamento solo contaba con tres dormitorios. Todo lo relacionado a ella me recordaba a sufrimiento.

Empezó el colegio y para mi suerte me tocó con mi mejor amigo (tenía 2) y me cambiaron de clase solo a mi y a otro amigo. Lo cual me pareció bien y mal a la vez porque al solo cambiarme a mi junto a un amigo mío lo tomé como que los profesores estaban consiente de todo lo que sufría (porque lagrimeaba mucho en las clases porque mi hermano me golpeó (la segunda vez que me golpeó me dejó una marca de por vida en mi costilla, se pusieron oscuras en 5 puntos justo donde me agarró con sus dedos fuertemente para llevarme a mi cuarto) para ese entonces en alguna ocasión). También me pareció mal porque pensaba que mis nuevos compañeros se enterarían que me molestaban en la otra sección (sospechaba que los profesores se lo habían dicho porque no estaba acoostumbrado a que me tratasen tan bien (lo cual era el trato normal de una persona a otra. Al principio del año todo parecía ir excelente, me reencontré con buenos amigos de quinto de primaria que eran mis vecinos (pero solo me querían porque era estudioso y se aprovechaban para que los ayude). Incluso los introvertidos me percibían como alguien popular, todo parecía andar bien pero no con el profesor. Este nuevo profesor me odiaba porque una vez cerca de él dije una parodia de su nombre y escuchó que le dije su nombre+bobo (pero no he comprobado que haya escuchado eso). Aquel año fue el mejor relativamente entre los años de secundaria. Empecé a ir a fiestas y al principio todos me trataban bien y yo pensaba que era popular pero en una fiesta me fui con los chicos chéveres y uno de ellos me botó de ahí con un empujón y me dijo que que hacía ahí. Desde ahí siento que nunca pertenecí a ese grupo. Este mismo chico que hizo eso, en mi primera fiesta nos peleamos y yo como quería atención me peleé con él y el ganó. Luego en el baño le dije que mi mi familia salvó la vida de su familia y que el sería la excelencia del colegio porque era un muy buen chico y que me caía muy bien. Pero el pensó que solo le decía eso para que ya no me molestara y porque el ganó la pelea que tuvimos antes. Pero yo en realidad sentía lo que decía. Al igual que él le dije a otros chicos de la fiesta cosas buenas pero el día siguiente todos dijeron por el chat de la promoción lo que hice y desde ahí soy una burla incluso con los nuevos amigos de mi sección. Todo iba bien pero pasaron estas cosas. Y poco a poco todo fue yendo para mal. Hasta que el mismo rechazo que tenía por la otra sección estaba presente en la nueva sección como por arte de magia, porque esta vez no presumía y era muy buena persona y les hacía creer a los demás eso, lo cual era cierto (hacía sentir afortunados a mis compañeros para que se sientan bien para luego revelarles que lo hacía para que se den cuanta de lo buena persona que era). Pasaron los días y fui yendo a más fiestas y poco a poco empecé a confesar borracho lo que sentía en el fondo de mí, todos estos sentimientos que tenía, malos y buenos y algunas de estas confesiones eran que me sentía mal por el pasado y otras quería hacerme pasar por pobre para que la gente no me vea como algo envidiable y algunos terminaron por creerse que en realidad lo era. Y así poco a poco se fue perdiendo el respeto a mi. Sentía que B me había embrujado con mala suerte porque maso menos desde que ya no soy su amigo todo cambió para mal (de ser muy amoroso y adorable a ser despreciado y odiado). Es por eso que busco el punto de vista de otra persona, posiblemente esté exagerando todo. Ese año un día olvidé mi celular en mi cartuchera y de alguna manera sabían mi contraseña y vieron mis fotos whatsapp y todo, para variar tenía chats vergonzosos con mi familia y otros en grupos llamados: cuatro ojos (de mi familia), de pishing (robar tarjetas de crédito y creación de bins), otro grupo que se llamaba amantes del clorox y mis fotos que algunas eran fotos mías sin ropa. Las tres cosas me avergonzaron mucho, con mi familia porque nunca quería que sepan que mi familia se ponía ese nombre tan ridículo, lo segundo porque no quería que sepan que yo teniendo tanto dinero me interesaba robar, el tercero porque amantes del clorox hacía referencia a un tipo de suicidio lo cual transmitía ser un grupo de tristes y lo cuarto por razones obvias (eran fotos mías privadas). Pero lo que más marcó fue lo tercero porque por eso siento que me percibían como un perdedor o triste (luego un compañero me dijo triste gil). Para ese entonces no sabía si me molestaban o eran mis amigos, pero sentía un poco de ambos. Me sentía pésimo al pasar de los días. En una exposición yo solo estaba exponiendo y de la nada me empezaron a molestar con autista de nuevo y con otras cosas, cuando yo no había hecho nada y solo estaba exponiendo (al parecer me escucharon decir algo, de manera de malinterpretar lo que decía, lo cual fue algo muy marcado en el siguiente año 2019). También a finales de ese año dije que la comida de mi mamá (a quién trataba muy mal porque la comparaba con el éxito de mi papá y le decía fracasada como venganza por hacerme sufrir con la tía a propósito) y en eso mi hermano me golpeó fuertemente por segunda vez (la primera vez ocurrió cuando volvía del colegio y le reclamaba por qué le gustaba decir a todo el mundo que estaba divorciada y que no la querían por fea, ese mismo día un compañero mío me dijo que por mi culpa mis padres se divorciaron. Luego de reclamarle a mi mamá llegando a mi casa mi hermano me golpeó fuertemente por primera vez en todas partes del cuerpo. La segunda vez por decirle a mi madre que su comida estaba fea, lo cual no le gustaba a mi hermano porque el quería que nunca dijera nada y siempre me mantuviese sumiso volviéndose el el rey de la casa o pensando el mismo que lo era. Y a mi mantenerme sumiso todo el tiempo me incomodaba mucho y esa vez que dije que la comida de mi mamá estaba fea (un insulto menor) me golpeó muy fuerte y dejó una marca en mis costillas con sus dedos. Esta una de las ocasiones de mi vida que más me ha dolido psicológicamente, pues aparte de golpearme fuertemente sin un fuerte motivo rompió mi celular (que no mencioné que mi padre me lo quitaba todo el tiempo porque él pensaba que yo no tenía amigos y que no me servía para comunicarme con nadie solo me distraía de los estudios, lo cual enserio me dolía que pensara eso). Mi hermano rompió mi celular que para ese entonces era todo lo que tenía. Lo tiró al suelo y dejó de funcionar. Y lo que más me duele es que me castigaron a mi por hacer cosa tan simple como decir que no me gustaba la comida de mi mamá y que la cambie. A el no le hicieron nada todo me lo culparon a mí y lo peor de todo es que mi papá piensa que yo fui quien rompió el celular y no mi hermano. El pensaba que de por tanto enojo yo lo rompí y que no sabía controlar mis emociones. Cosa que no era cierto porque yo en realidad ya estaba aprendiendo a controlarlas. Pero lo pero fue que me quedé sin celular la mayor parte del año lo que me duele recordar ya que justo en esa edad estaba haciendo amigos pero me privaron de aquello quitándome todo medio de comunicación. Pasó el año y yo estaba con un celular mucho menos avanzado del que tenía. Sentía que en las fiestas hacía el ridículo y mi mente de niño de 14 años estaba muy revuelta por todas estas cosas que le pasarían solo a un adulto. La desgracia me invadía en ese entonces. Fue pasando el tiempo hasta que el 23 de noviembre conocí a la chica que me enamoré profundamente por primera vez. Fue en una fiesta y estaba muy muy borracho que empecé a hacer muchas tonterías y conocí a esta chica, una de las mejores cosas que me pasaron en la vida. Ella se acercó a propósito a mi como si sus amigas la hubiesen empujado y empezamos a hablar de su novio que estaba en mi salón de clase. Yo le empecé a decir que ambos no debían estar juntos y que ese chico era bastante fea. Le empecé a coquetear y un amigo me dijo que tenía novio y yo lo insulté diciéndole enano y cosas más. Estuvimos hablando por un tiempo y le pregunté del 1 al 10 cuanto era su novio y ella me dijo 8 y luego le pregunté de mi y me dijo un número alto también 9 o 10. Y en eso la quería besar (para ese entonces me dijo que no había dado mi primer beso). Le dije que no sabía besar y que me enseñe, pero ella no cedió y me dijo que le pida a la chica de al lado. Seguramente ella esperaba que le robara aquel beso. Pero al final se beso con otro y la gente se revolvió porque como tenía novio todos decían que le fue infiel. A mi en ese entonces me pareció muy fea la chica pero en un futuro se convirtió en la chica que me gustó. Le coqueteé porque quería tener algo con cualquier chica y porque estaba muy borracho. Ella luego afirmó que fue la vez en cuando más borracha estuvo y que por eso le fue infiel a su novio. Ella me había escrito anteriormente diciendo que le habían dicho que yo quería algo con su amiga y que me iba a pasar su número y yo quedé extrañado por eso. Anteriormente ya la había visto en algunas fiestas y en una ocasión le hablé preguntándole donde estaba su amiga. En esa fiesta le pedí el número a su amiga y todos me ridiculizaron por alguna razón que desconozco. El día siguiente de la fiesta me escribió diciendo que no se acordaba de que le había dicho y que se lo repitiera. Ella al final me dijo que si recordaba y que solo quería que yo le dijese de nuevo aquellas cosas. La siguiente fiesta la vi pero ni le hablé, ella me saludó tres veces pero solo le respondí con hola con las manos. Se fue temprano de la fiesta. Después no la volví a ver hasta el siguiente año.
submitted by ultimascosas to u/ultimascosas [link] [comments]


2020.11.30 02:16 metalbrazilianhead Desabafo de um virgem aos 24 anos

É só um desabafo mesmo de alguém que não se sente a vontade pra desabafar com pessoas ao redor.
Negócio é o seguinte, sou bv e virgem, com 24 anos, sou extremamente tímido, nunca consegui flertar com uma mulher na minha vida (apesar de que não foram tantas garotas assim que eu desejei realmente ter paquerado). Não me considero feio, nem nada, porém sou muito desengonçado, muito alto e magro. Mas o fato de que nunca nenhuma garota demonstrou interesse em mim durante todo esse tempo, me faz pensar que eu realmente não seja atraente.
Tenho alguns hobbies e tal, sou uma pessoa que lê muito (e não são esses best sellers aí de auto-ajuda), literatura, política, enfim, gosto de ter um papo cabeça. E eu acho que o problema é justamente esse, eu não sei conversar sobre banalidades, besteiras, essas perguntas que todo mundo faz, isso me aborrece. Eu quase sempre só consigo engatar numa conversa quando é um assunto mais "cult", por assim dizer. Também gosto muito de falar sobre música em geral (principalmente rock, mas sou aberto a outros estilos tbm) e também toco guitarra e violão no tempo livre pra me distrair.
Já terminei a faculdade com notas muito boas, e vou ingressar no mestrado numa ótima universidade. Só que a idade vai passando e eu nunca fiquei com ninguém, aí fica aquele papo furado das tias querendo saber das namoradinha, os tios querendo saber quantas eu já peguei e tal, e isso me deixa muito p*** da vida. Sem contar as pessoas que nunca te viram na vida e me julgam logo de cara pq eu nunca fiquei com ninguém.
Pra além disso, eu realmente queria uma companhia sabe, alguém com quem compartilhar bons momentos, conversar, enfim, fazer coisas que um casal de namorados geralmente faz, inclusive sexo. Tive atração por algumas mulheres que conheci (nenhuma delas tipo modelo ou muito bonita), mas nunca tive coragem de conversar mais aprofundadamente com nenhuma delas. Tenho meus amigos e tal, mas as vezes eu me sinto meio sozinho, até pq quase todos os meus amigos tem namoradas. E de fato eles são amigos, pq eles continuam falando comigo normalmente e nem zoam comigo pq sou virgem e não pego ninguém. Mas o fato é que eu sinto uma inveja deles sabe, não vou omitir isso também. Um desses meus amigos, o mais chegado, encontrou a atual namorada dele no tinder, e já tá a quase 3 anos com ela. Ela me recomenda ir pro tinder, mas eu confesso que tenho muita desconfiança desses apps, acho que tem muita sacanagem e gente falsa. Acho que o caso dele foi pura sorte.
Sou o tipo de cara que não gosta de sair pra balada, festa essas coisas. Meus amigos não curtem isso e eu menos ainda, e não penso em forçar a barra e fazer isso só pra pegar mulher. Tbm não sou religioso, não frequento igrejas ou comunidades religiosas, e isso não me passa pela cabeça somente para ser um ambiente de socialização.
Enfim, meus planos eram de que esse ano eu iria conseguir ter coragem pra falar com as mulheres por quem eu me interesso, mas aí veio pandemia e isolamento e eu tô bem pra baixo ultimamente por causa disso.
Qualquer ajuda ou conselho, agradeço.
submitted by metalbrazilianhead to desabafos [link] [comments]


2020.11.29 23:21 astronauta04 Peço auxílio aos entendedores: qual Kimono de Jiu-Jitsu comprar?

Saudações senhores!
Vi um usuário do sub perguntando qual luva de boxe comprar, e, após respondê-lo, decidi criar esse post para pegar umas dicas sobre kimonos. Já pratiquei 6 meses de Muay Thai dois anos atrás, tive que parar por conta do financeiro. Pretendo voltar a praticar algo agora final do ano, mas tenho vontade de começar a praticar Jiu-Jitsu também. Tenho saco de pancadas em casa, boas luvas de boxe, bandagem e protetor bucal para o Muay Thai; mas não tenho o Kimono para iniciar o Jiu-Jitsu. Quero saber se cabe no orçamento adquirir um e tudo o mais. Odeio comprar coisas sem pesquisar sobre a àrea. Minhas principais dúvidas:
Em relação ao meu corpo: meço 1,79 e peso entre 60 a 66kg no máximo. Braços finos, barriga trincada e perna grossa (panturrilha do tamanho da coxa '-').
Algum jiujiteiro de plantão para dar uma luz?
Desde já, grato pela atenção.
submitted by astronauta04 to brasilivre [link] [comments]


2020.11.29 08:05 Ped_r Acabei de viver uma situação tensa, a adrenalina tá alta demais pra conseguir dormir

Isso tudo aconteceu agora a pouco.
Estava deitado aqui no meu quarto pronto para dormir, quando eu escuto o meu cachorro latir bem alarmado. Já levantei atento porque anteontem tentaram roubar a casa da vizinha da frente. O cachorro não parava de latir, então saí do quarto pra ir checar. Chegando na sala eu consigo escutar a voz de um homem alcoolizado e de uma mulher, pareciam estar se pegando na frente de casa. Acendi a luz pra ver se espantava os sujeitos e fiquei vigiando. É uma situação comum, sempre tem gente que acha que minha casa é ponto pra rolê e fica grudado no meu muro de madrugada se pegando, fumando maconha ou bebendo. Enquanto isso os cachorros latem igual doidos.
De repente escuto a voz do meu pai lá fora, o véio tinha saído pela porta dos fundos e foi lá pedir pra eles saírem. O cara já ficou alterado e não queria sair de jeito nenhum, então eu fui lá pra fora também. Botei a cabeça por cima do muro e vi o cara e a mulher lá fora. Eu tava tentando falar com o cara, de boas mesmo pra ver se ele saía dali logo. O maluco tava bem alterado, quase não tava conseguindo falar e não tava querendo sair, a mulher parecia estar menos alcoolizada ententendo o que eu tava pedindo.
Quando do nada, eu vejo um jato de água voando em cima dos dois. Era meu pai que tinha pendurado no muro, ligado a manguera e tava jogando agua no casal de bêbados. A mulher começou a rir, mas o cara ficou muito puto, ficou ameaçando pular o muro daqui de casa, ficou gritando que ia pegar o meu pai, que ele ia ver. Enquanto isso meu pai gritando com o homem e eu tentando fazer ele sair dali.
O cara só foi embora quando o guardinha chegou, e saiu chingando e ameaçando meu pai.
Foi uma situação bem cômica olhando de fora, mas eu fiquei preocupado de verdade. Não é a primeira vez que meu pai faz dessas de peitar gente alcoolizada ou drogada, nunca se sabe o que essa gente pode fazer. Teve um dia que ele quase saiu na porrada com um moleque de uns 18 anos aqui em frente de casa. Hoje se aquele cara tivesse com uma arma não duvido nada que ele ia ter descido o tiro no meu pai. Sem contar que ele já é idoso e eu nem sempre posso estar com ele pra ajudar caso a situação escale pra algo pior.
Quero muito me mudar desse bairro, a cada dia que passa essa merda piora. Daqui há pouco a minha calçada vira boca de fumo.
Enfim, sei que meu pai tem o direito de se irritar, eu também tava puto, mas só queria que ele tomasse mais cuidado pra não acabar tomando um tiro qualquer dia desses.
submitted by Ped_r to desabafos [link] [comments]


2020.11.29 04:47 man-in_the-box O que voces sentiriam/pensariam?

Tenho notado que antes de toda essa loucura começar, os compromissos (festas) que eu frequentava sempre me traziam o mesmo tipo de sensaçao: tristeza. Mas por que?
Porque eu via o pessoal se pegando e começava a passar vontade, mas nao chegava em ninguem porque sempre me sentia desmotivado por nunca conseguir nada. Cara, como isso me incomoda, voces nao fazem ideia. É um sofrimento inconsciente que me persegue, eu cheguei a um ponto de ir no cinema sozinho e pegar sala onde quase todos estavam em casais ou turmas e me sentir um merda, saia da sala querendo evaporar de tanto sofrimento. Ridiculo, nao? Sofrer porque nao pega ninguem. É algo que nao tem controle, é um sentimento automatico, algo que vem C O N T R A a minha vontade.
O que voces sentiriam? (aqueles mal resolvidos sexualmente na vida)
Quando entrei na faculdade, pensei que talvez isso fosse solucionado. Fazendo novas amizades, talvez pudessem vir algumas chances de conseguir uns amassos, mas nada. Eu gostaria de entender o por que de eu sofrer tanto por uma coisa tao ridicula, pifia e banal. É humilhante passar por isso. Ate conto pra psicologa que eu frequento, mas nao adianta nada. Isso me corroi, me machuca e nao passa nunca. Nem remedios estao resolvendo, eu tomo medicamento para depressao e ansiedade, nenhum dos dois resolveu, eu nao aguento mais sentir essa merda. Por que nao podia ter sido natural como é pra todo mundo? Que vergonha ser homem com 20 anos e sofrer por causa disso.
Tem gente que passa fome. Tem gente que nao tem saude. Tem gente que nao tem familia. Tem gente que nao tem moradia. Eu nao tenho o filha da puta dos beijos e o maldito do sexo e continuo sendo rasgado por dentro, é tanta dor que isso me traz que afeta outras areas da minha vida. Que me faz digitar esse texto enorme aqui. Porque essa praga nao sai do meu peito. Eu quero me livrar disso.
E ainda nao achei nenhuma soluçao pro meu problema. Talvez me castrar seja a resposta.
submitted by man-in_the-box to relacionamentos [link] [comments]


2020.11.29 04:38 lucius1309 EU VEJO GENTE MORTA

Eu recém completara 21 anos de idade e já estava macambúzio a beça com tudo que vinha acontecendo na minha vida. Acordava pelas manhãs e pensava que não passava de um injustiçado, um maldito entre outros milhões de malditos, primeiro por ter nascido num país de merda como o Bostil, com belezas naturais e recursos de sobra mas com pessoas lixo a frente da porra toda, o que havia tornado nosso país o país do "jeitinho", onde se tem manobra até pra tomar refrigerante grátis de uma máquina. Além do mais, eu, no auge da minha arrogância achava que eu era demais pra uma sociedade de menos, achava que eu tinha que estar ganhando muito dinheiro e comendo as melhores bucetas da cidade, coisa que são poucos que de fato conseguem, muitos por mérito próprio mas a maioria por sorte (ou herança).
Depois de uns meses desempregado, correndo pra cima e pra baixo tentando arrumar um trampo na minha área de formação, resolvi abdicar de quatro anos de faculdade e comecei um emprego numa empresa de telemarketing. Era um emprego honesto, registrado, com horários de descanso, folgas e benefícios, mas eu achava um saco. O bom era o horário. Entrava às 17h30 e saia às 23h50, sendo assim eu evitava pegar trem e metrô em horário de pico, fora que podia acordar tarde todos os dias e não precisava ter um compromisso muito rígido com horário. As ligações também eram poucas após o horário comercial, sendo assim, eu passava grande parte do tempo do meu trabalho conversando com as pessoas que ali estavam. Não que eu fosse de ficar falando, mas quando não se tem o que fazer, geralmente a gente faz isso no tempo livre, uma vez que temos que ficar disponíveis caso o telefone toque.
Tinham umas duas ou três meninas daquele lugar que eu achava interessante pra tentar comer ou algo do tipo. Tomar um sorvete ou um porre de cachaça, quem sabe. Mas eu não me esforçava em nada pra conseguir alguma coisa com elas. Estava um pouco descrente do amor devido ao recente divórcio que eu havia passado menos de um ano antes. Acho que é um luto válido e que muitos passam.
Geralmente eu acordava às 14h, tomava café da manhã e começava a beber, ia bebendo durante o caminho pro trabalho e lá seguia bebendo, saia do trabalho, pegava metrô, trem e ônibus, chegava em casa por volta das 1h30 da manhã, começava a cheirar cocaína e a beber sem parar, ficava assistindo vídeos na internet de pessoas morrendo, primeiro eram os acidentes, depois pessoas sendo assassinadas a facadas, tiros ou pauladas, e por último desenvolvi uma estranha tara em assistir suicídios, eram suicídios de todos os tipos e jeitos, desde enforcamentos, tiros contra o crânio, envenenamentos, doses excessivas de medicamentos, cortes nos pulsos e nos pescoços, enfim, passava a madrugada toda trancado no quarto com as luzes apagadas, bebendo, usando cocaína e assistindo gente morrer. Não recomendo isso pra ninguém, hoje quase 10 anos depois disso, parei com a bebida, as drogas e evito assistir gente morrer. Até hoje eu acredito que sou fudido mentalmente por manter uma rotina dessa por meses, todos os dias sem exceção. Qualquer ser humano que faz isso perde a sua humanidade. E eu não sou diferente.
Um dia no trabalho a minha chefe "Maiden" (apelido dado a ela por ser muito fã da banda de metal Iron Maiden) me chamou pra conversar, era o meu primeiro feedback em quase dois meses de empresa. Eu sempre tive problemas pra ouvir críticas. Não seria fácil.
- Carlos - Ela começou - Seu trabalho está bom, mas tem algumas questões que precisam ser pontuadas. Vamos ouvir essa ligação.
Colocou uma ligação que atendi, escutamos e não parecia ter nada demais.
- Percebe que ali você deixou escapar uma gíria? Nesse outro ponto você levantou o tom de voz com o cliente? Essa informação que você passou foi errada.
Ela pontuou outras questões mas disse que no atendimento eu estava indo muito bem pro pouco tempo de empresa que tinha.
- Carlos, agora eu preciso dizer outra coisa pra você. Espero que você esteja pronto pra ouvir.
- Pode falar.
- Você precisa beber menos. Todos na empresa comentam. Eu sei que você tem bebida alcoolica na sua garrafinha.
- Não sei do que tá falando. - Respondi.
- Claro que sabe.
- Não sei não senhora.
- Escuta, todos percebem o seu cheiro, só você que não. A gente sabe que você trabalha bêbado.
- Eu bebo socialmente, Maiden. Nunca bebi no trabalho.
Ela pegou na minha mão, olhou bem fundo nos meus olhos e continuou.
- Aqui é seguro falar, pode se abrir comigo. Na empresa nós temos um setor que ajuda pessoas como você. Estamos dispostos a te ajudar.
- A senhora vai me perdoar, mas eu não tenho problema nenhum. Nem com bebida e nem com nada.
Tirei minha mão da dela. Ficamos em silêncio mais cinco segundos quando disparei.
- Posso ir embora agora?
- Pode ir, Carlos.
Voltei ao meu posto de trabalho e passei o dia todo com raiva dela e com raiva de mim mesmo. Não que eu achasse que tivesse algo errado, só me considerava diferente das outras pessoas, talvez até um retardado mental ou alguém com algum transtorno psicológico não diagnosticado, e que, naquele momento, não queria diagnosticar porra nenhuma. Queria mais é que tudo fosse pra casa do caralho.
Naquela semana eu chamei um amigo do trabalho pra beber depois do expediente. Miguel era um cara levemente alcoólatra, não como eu, mas ele me acompanhava bem nas doses. Também usava drogas de forma moderada. Havia recém se divorciado, era pai de uma menina de menos de um ano de idade. Mais da metade do pagamento dele era pra pagar pensão, então por isso ele trabalhava pra caralho e no fim das contas tinha pouco dinheiro pra ele. Não reclamava diretamente da filha, mas sim da ex mulher.
- Certeza que aquela puta tá saindo com outro cara e usando meu dinheiro pra bancar o rolê dos dois.
- Deixa de pensar nisso, meu parceiro - eu amenizava - vamos continuar bebendo. Se você ficar falando disso eu fico mal também.
- Carlos, mas pensa como é injusto. O certo seria eu dar as coisas pra bebê, não o dinheiro pra mãe.
- Miguel eu sei disso. Mas todos temos problemas. Não adianta você ficar choramingando nisso, não tem como mudar.
- Você tem razão. Melhor é continuar bebendo.
Passamos mais algumas horas entornando cervejas e doses de vodka de várias marcas. Fui ao banheiro, dei um teco e vomitei.
- Cara, eu pensei aqui numa piada.
- Que porra de piada, Carlos. Cê tá bem louco, isso sim.
- Sim, eu pensei numa piada.
- Qual piada? - Ele perguntou.
- Imagina só, eu tô aqui né, cansado da minha vida e tal. E se eu estourasse as minhas miolos?
- Minhas miolos? Não seria os meus miolos?
- Não, seria as minhas miolos - eu respondi - imagina se me jogo no trilho do trem agora, voltando pra casa, e explodisse meu crânio e minhas miolos.
- Seria uma sujeira do caralho, isso sim. Cala a boca, seu merda. Me passa o pó.
Dei cocaína pra ele, ele foi ao banheiro e voltou mais elétrico do que nunca.
Voltei pra casa e não me joguei no trilho do trem. Cheguei no meu quarto por volta das 7h da manhã. Estava de folga naquele dia. Não conseguia dormir. Tomei um banho, me masturbei e nada. Sai pra buscar uma garrafa e mais pó. Fiquei trancado no quarto o dia todo pensando onde eu chegaria na minha vida se continuasse daquele jeito. Assisti mais videos de gente morrendo e tive algumas ideias pra concretizar um suicídio. Dentro de menos de um ano após aquele dia eu iria tentar me matar oito vezes. Nenhuma com sucesso. Eu olhava nos olhos daquelas pessoas e sentia uma estranha paz habitando dentro delas. Uma pena que aquela paz não habitava em mim.
submitted by lucius1309 to desabafos [link] [comments]


2020.11.28 22:08 testify03 AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Pô mano, não sei qual a necessidade de danificar o bgl dos outros, fui ver minha mina ontem num clube daqui da cidade, quando fui vazar dps de umas 7hr, fui pegar minha bike, quando fui ver, tava la o disco todo zoado, meu banco no chão, e o pneu da frente socado no chão de murcho, tive q vazar de madruga arrastando o bagulho sozinho por 1 hora e 30 até chegar na minha casa, não sei oq passa na cabeça de alguém de fazer um negócio tão paia desse nmrl, to de cara mano
submitted by testify03 to desabafos [link] [comments]


2020.11.28 18:29 Fun-Carob-9983 Fodase faculdade, fodase tudo eu to é cansado dessa merda. N quero dar aulas

Uma vida inteira fudida, agora preciso de grana. Uma licenciatura que ta me custando 5 anos (é na federal) e por causa dessa pandemia fdpt# talvez eu fique mais um semestre (burrocracia deles lá). A questão é que já preciso de emprego, preciso comer, cuidar dos meus dentes, da minha saúde mental, fazer exame, tenho 23 anos e preciso sobreviver, vai se fuder, já to fazendo uma 5a disciplina falando de história do Brasil, mds ensina algo q me vai ser útil. Eu to frustrado, poha, tava vendo vaga de emprego pra quando eu terminar essa merda, já q n sou filho de papai, sou filho de gente igualmente fudida, só tem pra engenharia, tecnologias, direito, adm. Geo só aula, eu sei, fui no hype lá do "faça algo q vc vai ficar bem de vida" mas esquece q nesse percurso tu é um adoletonto imaturo. Fora q na graduação tu é assaltado, dorme na chuva, fica dias sem eletricidade pq esse é o pacote completo do estudante sem condições, e aí tem pós, cara, eu preciso é de dinheiro pra viver com o mínimo. Enfia teoria no c# se eu soubesse teria feito técnico. Era só um desabafo msm. O trabalho q aparecer vou pegar, n to com tempo de ficar discutindo "as questões complexas economicas do brasil do século XVII" pela 5a vez, enquanto to passando fome e n tenho dinheiro nem pra minha passagem.
submitted by Fun-Carob-9983 to desabafos [link] [comments]


2020.11.28 12:32 WalitaPhilipps Eu era feio, malhei, fiquei bonito e agora sou assediado.

Não, isso não esta se tornando uma coisa boa, amigos!

Após viver 20 anos dentro de uma carcaça gorda e relativamente feia, resolvi mudar e começar a malhar.

Hoje tenho 21 anos, continuo um pouco gordo, porém tenho 1,84 e braços e costas musculosas.

Por 20 anos fui rejeitado por todas as mulheres, hoje, após essa mudança, muita mulher da em cima de mim e eu n como agir, nunca flertei com ninguém e acabo ignorando qualquer mulher q se aproxima demais. Todo dia quando vou pro trabalho, no minimo 2 minas colam e mim e tentam por tudo contato visual, eu por medo olho pro chão ou finjo que estou dormindo.

Tenho um enorme medo de falar com mulher, sempre fui o incel excluido e isso mudou de maneira mt rapida pra mim.


Oq fazer? eu queria na real aproveitar as oportunidades de minas que dão em cima de mim pra tentar comer alguém (sim, sou virgem) porém eu simplesmente n consigo falar com a pessoa por muito tempo ou sempre tento ignorar e fugir da conversa por medo.

Ver esses videos de caras ensinando pegar mulher é uma opção?

Não tenho como objetivo me tornar o super machista q come as minas e vai em bora, porém, quero apenas aproveitar de forma respeitosa as oportunidades que me aparecem.
submitted by WalitaPhilipps to desabafos [link] [comments]


2020.11.28 10:31 WrongdoerUnlucky Salvei a vida de alguém e me sinto mal

Hoje eu saí com minha amiga para uma festa, a festa acabou decidimos ir comer um hambúrguer e ir para casa depois, deixe ela em casa bem e como era relativamente perto eu fui andando para casa em vez de chamar um Uber, chegando logo na rua antes de casa eu vi um acidente de moto de 2 rapazes desconhecidos sai correndo para ajudar eles, logo chegando lá vi um que estava com a cabeça aberta até o crânio fiquei segurando ele de cabeça erguida para evitar perca de sangue mas não conseguia chamar o SAMU porque eu estava coberto de sangue, esperei um carro passar para pegar ajuda. O acidente aconteceu as 4:30 da manhã os 2 estavam sem capacetes vi tudo acontecendo na minha frente e decidi ajudar. Quando os bombeiros e o SAMU chegaram mandei mensagem para meu pai avisando oque aconteceu e comecei a passar mal pois estava coberto de sangue e nunca vi algo do tipo. Fiquei até 6h da manhã com eles e me lavei no caminhão do bombeiro e fui para casa, chegando em casa falei para meu pai descer para varanda para eu explicar tudo a ele, ele não acreditou e mim e me deu um esporro falando que eu não deveria ter ajudado mas eu falei pra ele que não consegui ver aquilo e deixá-los.
Não sei oque fazer não estou me sentindo bem, me sinto um merda agora e só consigo pensar na cabeça do cara aberta saindo muito sangue.
E não sei se fiz certo ou errado pois até os bombeiros falaram que eu não deveria ter me sujado de sangue daquela forma mas eu só queria ajudar uma pessoa que eu nunca vi na minha vida.
submitted by WrongdoerUnlucky to desabafos [link] [comments]


2020.11.27 23:40 Lukas_Zbw Pra onde o craque Ramires vai?

Cara não botei o grêmio mas pra mim é a cara do renato pegar ele kkkkkkkkkkk
View Poll
submitted by Lukas_Zbw to futebol [link] [comments]


2020.11.27 23:21 livingncrying Minha mãe consegue acabar com os meus dias, com minha autoestima e com o meu psicológico.

Eu sou uma adolescente e não faço praticamente nada. Todos os meus dias se baseiam em acordar cedo, limpar a casa, estudar e jogar videogame. Eu nunca pude sair com minhas amigas, nunca pude sequer ir à casa delas, etc... Eu não faço, literalmente, nada. E nada que a prejudique. Todos os dias, TODOS, absolutamente TODOS OS DIAS eu limpo, organizo e (tento) manter a casa limpa. Também lavo todas as louças, lavo o lixo, estudo a manhã inteira, etc... A única coisa que a minha mãe precisa fazer é limpar o banheiro uma vez por semana e jogar uma água na cozinha de 15 em 15 dias. E quando esse dia chega, só Deus na causa. Ela inventa uma dor de cabeça, uma dor no braço, e CAGA em cima de mim. Me chama de vagabunda, diz que eu limpo tudo igual o cu (sendo que se eu fico um dia sequer ser limpar a casa ela vira um LIXO), diz que eu só preciso “estudar” (como se fosse fácil), e que eu sou JOVEM por isso eu preciso fazer todas as faxinas. Sabe, todos os dias são uma humilhação. Ela não mantém nada que eu limpo e pensa que eu sou uma mula. Enfim, durante nove anos eu estudei em escola pública e, bem, não dizendo que são todas, mas a base de escola pública que EU estudei era uma merda. Felizmente ela me colocou em uma escola particular nesse ano de BOSTA (jogando na cara todos os meses) com o dinheiro da minha pensão alimentícia. E com o começo do EAD ficou um pouco complicado. Eu divido o quarto com a minha irmã e não tem espaço pra eu estudar dentro de casa, porque a minha irmã já estuda ali. Moramos em um ap e é muito, muito pequeno. Também usamos um notbook muito ruim (tem mais de 10 anos) e precisamos dividir. Às vezes eu preciso estudar e ela está ali usando, enfim... Eu estudo na mesa da cozinha e a minha mãe sempre reclama que eu deixo as apostilas da escola ali. Mas eu simplesmente não tenho onde colocar. E ela vive reclamando, todo s a n t o d i a. E sabe o que é o melhor? Ela comprou uma escrivaninha e um notbook novo, para o “trabalho dela” (ela é desempregada) que ela NEM USA. E não deixa ninguém usar. Ainda faz questão de ficar humilhando quando eu preciso pegar emprestado... Esses dias precisei fazer um simulado muito importante da escola e o notbook do conde Drácula começou a atualizar quando eu estava na questão 34. Eu perdi a nota, e enfiei meu tempo no CU. Fora o fato de me sentir um saco de bosta. Ela não tem respeito muito menos compreensão por nada do que eu faço, não valoriza nada. A vida dela seria perfeita se eu fosse um robô que vive passando um pano no chão a cada passo que ela da. Sabe, todos os dias tem discussões em casa porque ela não tem uma rotina e não se planeja pra fazer nada. Acorda 12:00, fica deitada até 16:00 e quer discutir sobre serviço doméstico (que ela não faz) uma 1:00 da manhã. Horário que eu preciso dormir pra acordar e conseguir ver aula sem parecer um cadáver 7 da manhã. Mas não consigo, óbvio. Ela também fala merda de fazer uma comida (xingando) 3 vezes na semana. A vida dela é baseada em humilhar as filhas e pagar de boazinha com pessoas de fora. Se você passa o dia todo arrumando a casa não é o bastante (e nem adianta, pois no dia seguinte é igual porque ninguém mantém, até pior) e se você passa o dia estudando você é um “verme, vagabunda e preguiçosa”, segundo ela.
submitted by livingncrying to desabafos [link] [comments]


2020.11.27 01:52 asdesventurasdodee Eu tô tão PUTO com minha mãe e meu ex-padrasto!

Meu padrasto é escória, ele se separou da minha mãe a alguns meses por conta de coisas que não tô permitido a falar sobre, mas ele continua sendo éscoria, alguem nojento, que já deveria ter sumido das nossas vidas a tanto tempo, e da vida dos meus irmãos ele sumiu, mas parece que da minha mãe não.
Minha mãe é uma pessoa religiosa e acredita no perdão e perdoou ele pela poha fudida que ele fez, isso eu não ligo, mas parece que ela está fazendo alem de perdoar, hoje eu peguei o celular dela pra testar a funcionalidade de um smartwatch, era um momento bobo entre eu, ela e minha irmã, mas quando peguei o celular eu vi no zap dela o impensavel, minha mãe tinha mudado o nome dele pra ninguém perceber, e lá tinha uma mensagem recente dele, do desgraçado dizendo "Ok AMOR" desse jeito mesmo com "amor" em CAPSLOCK, nessa hora eu fiquei tão puto, mas não podia mostrar, estaria ele tentando reconquistar minha mãe e ela tava caindo? eu não sei mas essa imagem me deixou puto e triste, eu tô até agora com uma vontade de chorar intalada, e minha irmã mais nova tá com o psicologico fudido ela disse que se ele voltar ela foge de casa... eu faria a mesma coisa, enfâse no "faria", eu só tô puto, e triste, e com dúvida, se eu ver a cara dele de novo eu não sei mais o que faço, eu tô só...
NÃO PRECISA LER DAQUI PRA BAIXO AGORA VEM A SESSÃO DE XINGAMENTO LIVRE POR QUE TÔ COM ÓDIO. 3 2 1 LET'S GO
ESSE FILHO DA PUTA DO CARALHO MERECE CADA DESGRAÇA QUE ACONTECEU COM ELE E QUE ACONTEÇA MAIS, EU NUNCA VOU PERDOAR ELE PELO O QUE ELE FEZ COM MINHA FAMILIA QUE ELE PARTICIPOU POR 10 ANOS SÓ PRA SER UM PUTA FILHO DA PUTA DUM MAL AGRADECIDO FUDIDO, FODASE SE DEUS, MINHA MÃE E ELE ERAM MUITO RELIGIOSOS MAS NÃO VEJO MAIS RAZÃO PRA ACREDITAR NESSE CARA, TUDO PARECE IRREAL E NOJENTO, VAI SE FUDER THIAGO, SEU DESGRAÇADO DO CARALHO, ESPERO QUE QUEIME NO MARMORE PROFUNDO DO INFERNO SEU FILHO DE UMA PUTA, DESTRUIU TUDO QUE TINHA E ACHA QUE PODE RECONQUISTAR ASSIM, POR QUE NÃO FICA LONGE DA GENTE DE UMA VEZ OU MORRE, SUA DESGRAÇA PODRE, FETO ABORTADO DESGRAÇADO, FILHO DA PUTA, SEU MERDA DESGRAÇADO, A UNICA COISA QUE QUERO E TE PEGAR NA PORRADA ATÉ TU SANGRAR, VOCÊ É A ÚNICA PESSOA NESSA POHA DESSA TERRA QUE EU ODEIO, EU TE ODEIO. QUEIMA E MORRE
acho que tô melhor!
submitted by asdesventurasdodee to desabafos [link] [comments]


2020.11.26 21:39 FunWithSkooma Ta foda caras, não consigo arrumar estagio algum

Eu comecei com faculdade de t.i aos 18 anos, e depois vi que aqui na minha cidade não daria certo, pois há poucas empresas desse ramo, e, a maioria só "contrata" gente amigo de colaborador de dentro da empresa.
Mudei para ADM, e sempre chove estagio pro curso, mas não consigo pegar NENHUM caras, NENHUM mesmo. Fui em uma entrevista onde foi uma ótima entrevista, e depois de quase 1 semana só recebi um "eliminado" no site do superestagios, nenhum feedback no que eu posso melhorar.
Pqp, não consigo pegar experiência pq nem estagio ta me chamando, e olha que meu currículo não é ruim. Tenho conhecimentos em T.I que vai desde redes básicas, a montagem e reparação e programação, inglês avançado e 5° período em ADM.
E sim, eu já peguei o meme de vaga de estagio pedindo EXPERIENCIA na área.
submitted by FunWithSkooma to brasil [link] [comments]


2020.11.25 22:45 _9nove Minha experiência com uma prostituta (se tu é iniciante igual eu, vc precisa ver isso Spoiler o final é broxante, literalmente.)

Oi galera sou o nove (sim me chamam de 9) mano essa história é foda, tudo começou quando de uns dia pra cá que eu tava descontrolado sexualmente tava querendo muito foder mas sabe como é sou anti social, namorei sério uma vez só e nessa vez consegui sexo com minha ex mas só foi anal ela n queria que eu tirasse a virgindade dela assim (só dá o cu que resolve né kk) blz resumindo nunca tinha comido vcs sabe oq.
Ai apelei pras garotas da vida, já tinha pensado nisso intt já tinha bolado um plano pra caso isso acontecesse. Selecionando garotas possívelmente não muito rodadas pra não correr riscos com doença e etc (isso não anula os riscos só diminui) blz combinei com uma mina ruiva mó gata (se eu tô pagando nein ferrando que vou com mina feia) cheguei lá nervoso pakas e tentei relaxar. Ai comecei a pegar nela pra não ficar parado feito uma pedra, até que finalmente consegui comer, ela tava por cima, bom ai que começou o problema eu simplesmente tava BROXANDO PQP mano nunca broxei vsf, tentei manter a mente calma e fui trocando de posição pra tentar voltar a ativa só que no final a mina tinha cansado e tive eu mesmo que terminar o serviço batendo uma.
Cara não acreditei. Mas oq diabos aconteceu? Eu tava tão descontrolado e não consegui gozar com uma mina de vdd, achei que era muitas coisas tipo: como disse tava descontrolado e posso ter "secado a fonte" ou a mina não era boa( ela fumava e parecia e eu tava comendo um cinzeiro) antes fosse...
Não satisfeito, parei de tocar uma, e peguei uma mina mais gata e cara (sem fumar dessa vez), e eu tava até "animado" e falei agora sim, aquilo foi só aquele dia. Na hora começou bem, até que comecei a broxar DENOVO caralho nessa hora até parei e pedi pra ela fazer a posição que eu mais gosto "mamãe e papai" e fiquei animado denovo mas não durou, terminei o programa sem consegui gozar e nein comer direito PQP ai a mina me perguntou:
-vc fuma? eu: não
-vc cheira? eu:pq?
-pq quem faz isso não consegue gozar e tende a broxar. Eu: sabia que não deveria ter cheirado aquelas carreira antes de sair de casa.
Sim, pode parecer brincadeira mas eu tive a pachorra de mandar essa nunca nein vi cocaína, eu quero voltar pra casa com um pouco de dignidade obrigado. Se tudo der errado culpe as drogas elas são o mal do mundo.
Conclusão: Ainda não estou convencido que eu realmente virei broxa do dia pra noite, e pra provar vou marcar com essa mesma mina DENOVO. Ainda suspeito que algo não está normal comigo, Também estou com problemas pra dormir não sei se isto afeta mas vou ter uma semana saudável antes de ir lá denovo, com minha ex era top sempre sentia prazer e eu era uma máquina.
Vou atualizar semana que vem. Torçam por min (ou n fds)
Sinceramente - 9 nove.
submitted by _9nove to desabafos [link] [comments]


2020.11.25 03:59 Mustelideo Cota de escola pública

Só queria desabafar mesmo de um pessoal da minha sala, eu estudei minha vida toda em escola pública, não eram escolas ruins na verdade mas né, nunca vai se comparar ao ensino das particulares daqui, tempo foi passando e eu fui pro ensino médio, enfim, muita gente nova que tinha vindo de escolas particulares, até aí normal, o problema foi que alguns (não todos) são abertamente babacas, vivem enchendo o peito pra falar que são contra cotas de escola pública porque "todo mundo hoje em dia pode entrar no YouTube e aprender" ao mesmo tempo que falam sem vergonha nenhuma na cara que só vieram pra o colégio pra pegar cota de escola pública e pra não ter que pagar a inscrição no Enem (sentido pra que né) enfim, são só 3 alunos mas que a encheção de saco e narcisismo deles vale por uma sala inteira
submitted by Mustelideo to desabafos [link] [comments]